Respostas Católicas

Jesus era tão apenas um homem santo e profeta?

– Eu não tenho problema com o Cristianismo em si. Acredito que Jesus era um homem santo e profeta, mesmo não achando que Ele fosse único ou o Filho de Deus (Anônimo).

Você pode até achar que não tem problema com o Cristianismo, mas na verdade tem, porque os cristãos pensam em Jesus como sendo (e Ele é) Deus Encarnado. Isso não vai fazer de Jesus um mero profeta ou homem santo. Profetas e homens santos afirmam falar por Deus, mas eles não afirmam ser Deus – o que é exatamente o contrário do que Jesus fez. Ele se identificou com o Senhor Todo-Poderoso (João 8,58; 10,30). Ou Ele era quem afirmava ser ou não era. Se ele não era, então não poderia ser um homem santo ou profeta, mas sim um homem mau ou tolo.

Veja também  Por que os protestantes não podem interpretar a bíblia se os católicos podem?