Espaço do Leitor

Leitor faz três perguntas sobre pecado, moral sexual e consentimento

[Leitor NÃO autorizou a publicação de seu nome no site] Nome do leitor: X
Cidade/UF: são paulo
Religião: Católica

Sabendo que sexo antes do casamento é pecado mortal, gostaria de saber se eu cometi pecado mortal por fazer sexo antes do casamento, mesmo não sabendo, na época (eu tinha menos de 16 anos), sequer o que era um pecado mortal. Acredito que eu jamais teria ofendido a Deus se soubesse na época.

Da mesma forma, gostaria de saber se em pecado venial pode-se comungar?

Ainda, quando novo (entre 9 e 15 anos) tínhamos brincadeiras nada sadias entre vizinhos. Por curiosidade, inexperiência juvenil e falta de noção de pecado mortal, tínhamos brincadeiras entre nós onde buscávamos sensações sexuais uns com os outros. Que tipo de pecado isso configura? É claro que me arrependo, mas posso ter certeza de que se na época tivesse sido advertido da gravidade disso para com Deus, jamais teria participado.

Isso me afasta de comunhão?

Olá caríssimo leitor, agradecemos a confiança e o respeito para com nosso apostolado. Pedimos vossas sinceras orações para que não nos falte força para seguirmos adiante neste trabalho enquanto rogamos ao Pai abundantes bençãos para vós e para a vossa família.

Em seu contato nos fizestes três perguntas, as quais responderemos separadamente abaixo.

1) Existe pecado mortal quando não existe plena consciência do que se faz?
R: Não. Para que alguma coisa seja considerada pecado mortal se faz necessária a presença de três condições: a matéria deve ser grave (a matéria sexual é sempre grave), deve ser feito com liberdade e com conhecimento (sem ignorância de que o que se faz é errado). Se faltar qualquer uma dessas três condições, não existe pecado mortal, aquele pecado que nos separa de Deus pela ausência da graça santificante e que é capaz de nos condenar eternamente se não houver arrependimento nesta vida. No caso concreto em que nos narrou, cometestes um pecado material mas não formal, quer dizer, sem intenção de ofender a Deus. O ideal seria mencionar na confissão sem maiores preocupações.

2) Pode-se comungar com pecados venais?
R: Sim. Os pecados veniais não nos afastam completamente de Deus e não nos privam da graça santificante, são faltas mais leves e em matérias não graves que não evidenciam a recusa deliberada de Deus. Embora não exista em toda a criação mal maior do que um único pecado venial, à exceção do mortal, Deus prontamente o perdoa mediante um bom e sincero ato de contrição e o vivo propósito de emenda. Um momento especial para pedir perdão por eles é no Ato Penitencial durante a santa missa e é claro, diante do confessor.

3) Que tipo de pecado é aquele onde não se tem conhecimento pleno do que se faz? Ele afasta da comunhão?
R: Se chama pecado material e ele não afasta da comunhão, embora seja desejável que se mencione no sacramento da reconciliação para garantir o pleno perdão de Deus e a paz perfeita ao crente.

Esperamos ter sido úteis; escreva sempre que desejar e não deixe de acompanhar periódicamente as atualizações do nosso site.

Em Cristo, por Maria.

Veja também  Leitor pergunta se passagem em livro dos macabeus pode ser considerada inspirada por deus