Espaço do Leitor

Leitor questiona artigo sobre fé e obras

[Leitor autorizou a publicação de seu nome no site]

Nome do leitor: Rafi Sevghenian

Cidade/UF: São Paulo-SP

Religião: Batista

Mensagem
========

Graça e Paz!

eu li a resposta que vocês deram a um protestante sobre a questão da fé e das obras baseado em Efésios 2:8,9, e eu não concordei.

em Efésios 2:8,9 Paulo está nos ensinando que a fé é suficiente para nos salvar, sabem porque eu tiro essa conclusão? porque no versículo 10 de Efésios 2, Paulo diz que somos salvos PARA as boas obras e não PELAS boas obras. O que Tiago está ensinando é que as obras são evidência de nossa salvação e não a causa de sermos salvos. Por favor publiquem uma refutação para o meu argumento.

Deus os abençoe

Rafi

 

Prezado Rafi, a Santa Paz!

Você se engana ao dizer somos salvos para as boas obras, pois não é isso que ensina S. Paulo no verso 10. S. Paulo ensina que somos criados para as boas obras e não salvos! Além disto, as boas obras nos auxiliam no caminho para a Salvação (1).

A questão da Fé e Obras não pode ser tomada só em Ef 2,8-10. Veja que minha argumentação levou encontra outras passagens bíblicas que você simplesmente ignorou.

Se a Fé fosse suficiente para a Salvação, S. Paulo não teria dúvidas quanto à sua salvação, mas teria certeza, pois tinha Fé: "Assim, eu corro, mas não sem rumo certo. Dou golpes, mas não no ar. Ao contrário, castigo o meu corpo e o mantenho em servidão, de medo de vir eu mesmo a ser excluído depois de eu ter pregado aos outros" (1 Cor 9,26-27) (grifos meus).

Claro que ninguém é salvo pelas obras sem ter Fé. As boas obras, isto é, obras que agradam a Deus são motivadas pela Fé autêntica. Da mesma forma a Fé autêntica se demonstra ou é percebida pelas boas obras.

Fé e obras são coisas muito ligadas. Veja que a palavra Fidelidade em muitos dicionários é a qualidade do fiel. Fidelidade remete a ação. Ora, sem Fidelidade (ato de ser fiel, logo ação) e impossível ser fiel. Ninguém é Fiel sem ter Fé. Viu como Fé e obras são tão coesas?

Em português Fé e Obras são coisas dissociadas, porém em grego, língua que S. Paulo usou para escrever suas epístolas, não. O termo usado pelo apóstolo é “pistis”, que significa sintonia e ligação com Deus, ou ainda ser movido por Deus. A palavra Fidelidade se aproxima muito do termo grego.

Penso também que além disto, a sua dificuldade se deva pelo fato de Lutero ter confundido Justificação com Salvação. Quando temos Fé e nos arrependemos do tempo em que estávamos sem Deus, então somos justificados, isto é, não somos mais culpados de inimizade com Ele. Porém, a Salvação é a recompensa que vamos receber conforme nossa fidelidade a Deus.

A íntima ligação entre Fé e obras e sua relação com nossa salvação é por muitas vezes demonstrada no Apocalipse, veja:

– "Farei perecer pela peste os seus filhos, e todas as igrejas hão de saber que eu sou aquele que sonda os rins e os corações, porque darei a cada um de vós segundo as suas obras" (Ap 2,23). Se nossa salvação não dependesse também de nossas obras, receberíamos nossa recompensa conforme nossa crença e não fidelidade.

– "Então ao vencedor, ao que praticar minhas obras até o fim, dar-lhe-ei poder sobre as nações pagãs" (Ap 2,26). Mais uma vez a recompensa do justo é segundo suas obras e não fé somente.

– "Vi os mortos, grandes e pequenos, de pé, diante do trono. Abriram-se livros, e ainda outro livro, que é o livro da vida. E os mortos foram julgados conforme o que estava escrito nesse livro, segundo as suas obras" (Ap 20,12). Não diz que os mortos fora julgados conforme a sua fé.

– "Eis que venho em breve, e a minha recompensa está comigo, para dar a cada um conforme as suas obras" (Ap 22,12). Jesus nos recompensará segundo nossas obras e não somente fé.

As obras motivadas pela Fé autêntica que remete à Única Igreja de Deus (cf. Ef 4,5), a Igreja Católica, são tão consideradas por Deus, que são comparadas às vestes que o Cordeiro usará no Grande Dia: "Foi-lhe dado revestir-se de linho puríssimo e resplandecente. (Pois o linho são as boas obras dos santos.) " (Ap 19,8).

Espero que agora você possa ter compreendido o que ensinou S. Tiago quando escreveu que "assim como o corpo sem a alma é morto, assim também a fé sem obras é morta" (Tg 2,26).

Faço votos para que você nos escreva mais e possa tão logo seguir meu exemplo que deixei o erro do protestantismo e me fiz católico.

Em Cristo Nosso Senhor,

Prof. Alessandro Lima.

Notas

Veja também  Cristo está presente na hóstia após consumida?

(1) Bela observação do nosso leitor Fábio Moreira Mendes.