Respostas Católicas

Minha filha pode estar sendo enganada por um falso profeta…

– Estou preocupado com a minha filha. Ela deixou a Igreja Católica e ingressou na “Igreja que Crê na Bíblia”. O pastor dela disse que é profeta. Ele está sempre dizendo: “Deus me disse isto” ou “Deus me disse aquilo”. Então ele pede para a sua congregação financiar os seus projetos, muitos deles que nunca terminam. Eu acho que ele está provocando muitos danos e tornando muitas pessoas infelizes. O que eu posso fazer para que minha filha enxergue esses absurdos? (Anônimo)

Apenas porque alguém afirma ser guiado pelo Espírito Santo não significa que o seja na verdade. Às vezes algumas pessoas ligadas a igrejas pentecostais radicais dizem que Deus lhes falou algo quando, na verdade, elas próprias gostariam de fazê-lo ou pensam que Deus quer que elas o façam.

Pergunte o seguinte para a sua filha: Por que alguém precisaria da Bíblia se o pastor dela consegue obter mensagens claras do Espírito Santo? E também: Se o Espírito Santo normalmente fala com o pastor dela, de forma tão clara e direta, por que ela perde tempo procurando respostas na Bíblia?

Também devem ser cuidadosamente guardadas todas as alegadas profecias e mensagens do “Espírito Santo”. Com o passar do tempo, você perceberá uma certa quantidade de contradições: “Deus” supostamente falou uma coisa agora e outra coisa completamente diferente depois. Você também perceberá como alguns projetos são introduzidos com a expressão “o que Deus quer fazer com o seu povo agora” apenas para finalizar quando o entusiasmo (e os recursos financeiros) cessam.

Sua filha precisará então ser relembrada de que esses eventos proféticos não teriam como deixar de passar. Então deverá ler Deuteronômio 18,22 e tirar suas próprias conclusões acerca da alegada profecia.

 

Veja também  O Concílio Vaticano II foi um erro?