Respostas Católicas

Por que não recebemos o sangue de cristo na eucaristia?

– Por que nós, católicos, recebemos apenas o Corpo de Cristo e não o Sangue? Parece que os protestantes, que possuem o pão e o vinho na Comunhão, levam certa vantagem sobre nós (Anônimo).

Os católicos recebem tanto o Corpo quanto o Sangue de Cristo na Sagrada Comunhão mesmo quando recebem apenas a Hóstia. A Igreja Católica ensina que o Cristo completo – Corpo, Sangue, Alma e Divindade – encontra-se presente "sob cada uma e em toda porção de ambas as espécies".

Isto significa que quando um católico recebe a Comunhão sob a forma (ou aparência) de Pão, ele está recebendo o Sangue de Cristo da mesma forma como se estivesse participando do Cálice.

Há alguma vantagem em receber a Comunhão sob ambas as espécies – as espécies do Pão e Vinho – ao invés de apenas receber sob a forma de Pão? Não no sentido de que Cristo não está ali exceto quando ambas as espécies são usadas ou que aqueles que recebem a Comunhão sob uma espécie está privado de qualquer graça. A vantagem da Comunhão sob ambas as espécies é acrescer um valor ao sinal.

A Instrução Geral do Missal Romano [IGMR] esclarece:

"A Comunhão realiza mais plenamente o seu aspecto de sinal quando sob as duas espécies. Sob essa forma se manifesta mais perfeitamente o sinal do banquete eucarístico e se exprime de modo mais claro a vontade divina de realizar a nova e eterna Aliança no Sangue do Senhor, assim como a relação entre o banquete eucarístico e o banquete escatológicos no reino do Pai" (nº 240).


Que isto não deve ser interpretado como uma alteração da doutrina da Igreja sobre a Presença Real resta claro no próximo parágrafo [do IGMR] que reafirma o ensinamento do Concílio de Trento: Crito é recebido na Eucaristia em sua totalidade, seja sob uma das espécies ou sob ambas.

Veja também  Respondendo aos protestantes sobre a idolatria