Biografias

São Clemente Romano

Por Roque Frangiotti e Alessandro Lima

Viveu no final do primeiro século da era cristã. É identificado como colaborador de São Paulo (cf. Fl 4,3). Esta informação foi confirmada por outros cristãos como Orígenes (cf. In Ioan. 6:36; De Principiis 2,3,3.) e Eusébio de Cesaréia. Segundo este último: “(…) Anacleto, tinha sido bispo da Igreja dos romanos durante doze anos, foi substituído por Clemente que o Apóstolo [Paulo], em sua carta aos Filipenses, declara ter sido seu colaborador(…)(História Eclesiástica III,15).

Irineu de Lião, por sua vez, recolhe uma informação de que Clemente teria sido o 3º sucessor de Pedro, no episcopado de Roma, e conhecera pessoalmente São Pedro. Tertuliano confessava que Clemente teria sido consagrado pelo próprio São Pedro, mas teria renunciado em favor de Lino e só assumiu o episcopado depois da morte de Anacleto.

Os cristãos que viveram após a época de Clemente, acreditavam ser ele o autor da Epístola aos Hebreus, devido à semelhança do estilo que esta carta tinha com sua Carta aos Coríntios. Embora alguns achassem que a Carta aos Hebreus tivesse sido escrita por Lucas, também colaborador de São Paulo, a autoria atribuída a Clemente era mais aceita no cristianismo primitivo.

Atribui-se a Clemente também as seguintes obras: Reconhecimentos, Pseudo-clementinas. Mas, o que se sabe com toda a certeza é que escreveu uma Carta aos cristãos de Corinto, no final do primeiro século.

Veja também  Santo Efrém da Síria