Não. Esta passagem afirma apenas que a Escritura é “útil” (“ophelimos” em grego) e não que seja a única autoridade para afirmar cada ensinamento cristão, da mesma forma que é possível fixar pregos na parede utilizando-se de outros objetos além de um martelo.

Facebook Comments

Livros recomendados

Progresso na Vida Espiritual (Edições Livre)Desconstruindo Paulo FreireMeditações para a Páscoa e Pentecostes