Autor: John Salza

Tradução: Alessandro Ricardo Lima

Fonte: Site Scripture Catholic

 

III . Instruções específicas para mediar e exemplos de mediação subordinada

No Novo Testamento:

  • Mateus 5,44-45 – Jesus nos diz para rezarmos por (para mediarmos em nome de) aqueles que nos perseguem. Deus nos instrui a mediar.
  • Mateus 17,1-3, Marcos 9,4, Lucas 9,30-31 – Moisés falecido e Elias aparecem na Transfiguração para conversar com Jesus, na presença de Pedro, Tiago e João (que podem ser as duas “testemunhas” a que João se refere em Apocalipse 11,3). Nada na Bíblia jamais sugere que Deus odeia ou proíba a comunicação entre quem vive no céu e quem vive na terra. Ao contrário, Deus incentiva a comunicação dentro da comunhão dos santos. O aparecimento de Moisés e Elias na terra também nos ensina que os santos no céu têm recursos que superam as nossas limitações na terra.
  • Mateus 26,53 – Jesus diz que Ele pode invocar a ajuda de doze legiões de anjos. Se Jesus disse que Ele poderia pedir a ajuda dos santos anjos, então nós também podemos, pois somos chamados a imitar Jesus em palavras e atos. E em Mateus 22,30, Jesus diz que seremos “como anjos no céu.” Isso significa que santos humanos (como os santos anjos) podem ser chamados para ajudar as pessoas na terra. Deus permite e incentiva a interação entre os membros da sua família.
  • Mateus 27,47.49, Marcos 15,35-36 – as pessoas acreditam que Jesus clama pela intercessão de Elias, e esperam para ver se Elias vem salvar Jesus na cruz.
  • Mateus 27,52-53 – na paixão de Jesus, muitos santos ressuscitaram e foram aparecer na cidade, presumivelmente para interagir com as pessoas, assim como Jesus fez depois de Sua ressurreição.
  • Marcos 11,24 – Jesus diz que tudo o que pedirmos na oração, iremos recebê-lo. É Jesus (e também nós através de Jesus) que media.
  • João 2,3 – Jesus sabia que o vinho havia acabado, mas convida e responde à intercessão de Maria. Deus deseja a nossa mediação menor e responde a ela, porque Ele é um Deus vivo e amoroso.
  • João 2,5 – Maria intercede em favor daqueles da festa de casamento e diz-lhes para fazer o que Jesus lhes disser. Porque Maria é o nosso modelo perfeito de fé, nós também devemos interceder em favor de nossos irmãos e irmãs.
  • João 2,11 – na verdade, foi por intermédio da intercessão de Maria que começou o ministério de Jesus. Sua hora ainda não havia chegado, mas Jesus responde à intercessão de Maria. Mesmo que Ele possa fazer tudo sozinho, Deus quer trabalhar com seus filhos.
  • Atos 12,7 – um anjo bate no lado de Pedro e acorda-o, libertando-o da prisão. O anjo responde às orações de Pedro.
  • Romanos 15,30 – Paulo pede para que a família de Deus ore por ele. Se estamos unidos no corpo de Cristo, nós podemos ajudar uns aos outros.
  • 2Coríntios 1,11 – Paulo até sugere mais orações e quanto mais as pessoas oram, melhor! A oração é ainda mais eficaz quando unidas às orações de outros.
  • 2Coríntios 9,14 – Paulo diz que os santos na terra rezam pelos coríntios. Eles são mediadores subordinados em Cristo.
  • 2Coríntios 13,7.9 – Paulo diz que os anciãos rezam para que o coríntios possam fazer o bem e melhorar. Eles participam da mediação de Cristo.
  • Gálatas 6,2.10 – Paulo exorta-nos a suportarmos as cargas uns dos outros, e para fazer o bem a todos, especialmente os da família da fé.
  • Efésios 6,18 – Paulo exorta a família de Deus para orar por si.
  • Efésios 6,19 – Paulo pede para que os efésios orem por ele. Se há somente um mediador, por que Paulo iria pedir as suas orações?
  • Filipenses 1,19 – Paulo reconhece o poder dos filipenses na intercessão terrena. Ele se confia às suas orações e do Espírito Santo.
  • Colossenses 1,3 – Paulo diz que ele e os anciãos rezam pelos Colossenses. Eles são mediadores subordinados no corpo de Cristo.
  • Colossenses 1,9 – Paulo diz que ele e os anciãos não cessam de orar pelos Colossenses, e que, por por suas intercessões, eles podem ganhar sabedoria.
  • Colossenses 4,4 – Paulo exorta os Colossenses a rezar pelos presbíteros da Igreja para que Deus abra uma porta à palavra. Por que não os deixa somente aos cuidados de Deus? Porque a mediação subordinada é aceitável e agradável a Deus. Isso é tão misterioso quanto a Encarnação, mas é verdade.
  • 1Tessalonicenses 5,11 – Paulo nos exorta a encorajarmo-nos uns aos outros e nos edificar, no corpo de Cristo. Fazemos isso como mediadores em Cristo.
  • 1Tessalonicenses 5,17 – Paulo diz “rezar constantemente”. Se o papel de Jesus como mediador não se aplica subordinadamente para nós, por que orar em tudo?
  • 1Tessalonicenses 5,25 – Paulo exorta a família de Deus a rezar pelos presbíteros da Igreja. Ele deseja nossa mediação subordinada.
  • 2Tessalonicenses 1,11 – Paulo diz à família de Deus que ele reza por nós. Nós participamos na mediação de Cristo, porque Cristo quer isso.
  • 2Tessalonicenses 3,1 – Paulo pede aos Tessalonicenses que orem por ele.
  • 1Timóteo 2,1-3 – Paulo nos exorta a orar por todos. Paulo também afirma que estas orações são aceitáveis aos olhos de Deus.
  • 2Timóteo 1,3 – Paulo diz: “Eu me lembro de você sempre em minhas orações”.
  • Filemon 22 – Paulo está esperando pela intercessão de Filemon e deseja logo estar com ele.
  • Hebreus 1,14 – o autor escreve: “Não são eles todos espíritos ministros, enviados para servir, para o bem dos que estão para obter a salvação?”
  • Hebreus 13,18-19 – o autor exorta os hebreus a rezar pelos anciãos para que atuem desejavelmente em todas as coisas.
  • Tiago 5,14-15 – Tiago diz que a oração dos sacerdotes sobre o doente vai salvá-lo e perdoar os seus pecados. Este é um poderoso exemplo de homens perdoando os pecados e que trazem uma pessoa para a salvação com o sacramento da unção dos enfermos.
  • Tiago 5,16 – Tiago nos ensina a confessar os nossos pecados uns aos outros e orar uns pelos outros, para que possam ser curados.
  • Tiago 5,17-18 – Tiago refere-se à resposta de Deus à oração fervorosa de Elias por nenhuma chuva. Ele está nos ensinando sobre a eficácia de nossa mediação terrestre.
  • 1João 5,14-15 – João está confiante de que Deus vai nos conceder qualquer coisa que pedirmos a Deus segundo a sua vontade.
  • 1João 5,16-17 – nossas orações uns pelos outros, possibilita-nos ser conservados na Verdade e afasta-nos do pecado. Nosso Deus é um Deus pessoal e vivo que responde às nossas orações.
  • 3João 2 – João reza pela saúde de Gaio, portanto, atua como um mediador subordinado.
  • Apocalipse 1,4 – este versículo mostra que os anjos (aqui, os sete espíritos) dão graça e paz. Porque a graça e a paz só vem de Deus, os anjos estão atuando como mediadores para Deus.
  • Apocalipse 5,8 – as orações dos santos (no céu e na terra) são apresentadas a Deus pelos anjos e santos do céu. Isso mostra que os santos intercedem por nós diante de Deus, e também demonstra que nossas orações na terra são unidos às suas orações no céu. (Os “24 anciãos” referem-se ao povo de Deus – talvez as 12 tribos e 12 apóstolos – e os “quatro seres viventes” são referências aos anjos.)
  • Apocalipse 6,9-11 – os santos martirizados no céu gritam em voz alta a Deus para vingar o seu sangue Estas são “orações imprecatórias”, que são fundamentos para o julgamento de Deus (ver “dos que habitam sobre a terra.” orações semelhantes no Salmo 35,1, Salmo 59,1-17; Salmo 139,19; Jeremias 11,20; Jeremias 15,15, Jeremias 18,19; Zacarias 1,12-13). Isto significa que os santos no céu estão rezando pelos habitantes da terra, e Deus responde às suas orações (Apocalipse 8,1-5). Nós, portanto, podemos pedir sua intercessão e proteção.
  • Apocalipse 8,3-4 – no céu um anjo se mistura incenso com as orações de todos os santos no altar de ouro diante do trono de Deus, e a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos da mão do anjo diante de Deus. Estas orações “levantam-se” diante de Deus e obtém vários tipos de atividade terrestre. Deus responde a pedidos de seus filhos, sejam eles feitos por seus filhos na Terra ou no céu.

No Antigo Testamento:

  • Gênesis 20,17 – Deus responde à intercessão de Abraão e cura Abimeleque, e também a sua esposa e escravos.
  • Gênesis 27,29; Números 24,9 – Bendito seja todo aquele que abençoa. Se é possível abençoar outros em oração, nós também podemos ser abençoados.
  • Êxodo 32,11-14.30-34; Êxodo 34,9; Números 14,17-20; 21,7-9 – estes são muitos exemplos de resposta de Deus à santa intercessão de Moisés.
  • 1Samuel 12,23 – Samuel diz que ele estaria pecando contra Deus, se ele não continuasse a interceder pelo povo de Israel.
  • 1Samuel 28,7-20 – o falecido profeta Samuel aparece e conversa com Saul, o que é confirmado por Eclesiástico 46,13.20).
  • 1Samuel 28,7; 1Crônicas 10,13-14 – Saul praticou necromancia. Ele usou um meio, e não Deus, para procurar os mortos e por isso foi condenado. Prática de Saul está totalmente em desacordo com a compreensão católica da mediação dos santos, onde Deus é a fonte e o canal de toda a comunicação, e que permite a seus filhos a participar deste poder.
  • 2Crônicas 30,27 – as orações dos sacerdotes e dos levitas vieram antes da santa habitação de Deus no céu e foram respondidas.
  • Tobias 12,12.15 – os anjos apresentaram as orações de Tobias e Sara diante do Senhor. Isso nos ensina que os anjos também são nossos mediadores subordinados. Nós oramos aos anjos para levar as nossas orações a Deus.
  • Jó 42,7-9 – Jó orou por três amigos em pecado e Deus ouviu a Jó.
  • Salmo 34,7 – o anjo do Senhor o livra aqueles que o temem.
  • Salmo 91,11 – Deus confiará você aos seus anjos, para te guardarem em todos os teus caminhos.
  • Salmo 103,20-21; Salmo 148,1-2 – louvamos os anjos e pedimos a sua ajuda para fazer a vontade de Deus.
  • Salmo 141,2 – Davi pede que sua oração seja contada como incenso diante de Deus. As orações dos santos têm efeitos poderosos.
  • Isaías 6,6-7 – um anjo toca os lábios de Isaías e declara que seu pecado é perdoado. O anjo é um mediador subordinado de Deus, que efetua o perdão dos pecados em nome de Deus.
  • Jeremias 7,16 – Deus reconhece a capacidade das pessoas de interceder, mas se recusa a responder, devido à dureza de coração.
  • Jeremias 15,1 – o Senhor reconhece o poder de intercessão de Moisés e Samuel.
  • Jeremias 37,3 – Zedequias envia mensageiros para perguntar a Jeremias para interceder pelo povo, para que pudesse orar a Deus para eles.
  • Jerermias 42,1-6 – todo o povo de Israel pede a Jeremias a sua intercessão, para que ele ore ao Senhor por eles.
  • Baruc 3,4 – Baruc pede ao Senhor que ouça as orações dos mortos de Israel. Eles podem interceder em favor do povo de Deus.
  • Daniel 9,20-23 – Daniel intercede em favor do povo de Israel confessando os seus pecados e os pecados do povo diante de Deus.
  • Zacarias 1,12-13 – um anjo intercede por muitos na Judeia e Deus responde favoravelmente.
  • 2Macabeus 15,12-16 – Onias Sumo Sacerdote e o profeta Jeremias estavam falecido durante séculos, e ainda interagiram com o Judas Macabeus e rezaram pelo o povo santo na terra.

Artigos Anteriores:

Facebook Comments

Livros recomendados

Uma Visita ao Santíssimo Sacramento (Canção Nova)Do outro lado do rio, entre as árvoresA Hora das Hidrovias