Existe uma certa “Teologia” que transforma a relação com Deus em um mercado onde tudo é apenas um comércio, uma troca. Em alguns casos chegamos à “Teologia da Prosperidade” que é divulgada por milhares de denominações protestantes. É só conferir os canais de TV “Evangélicos”, jornais, Rádios e etc. Dentro desta “Teologia”, eles sempre afirmam que os mais ricos são abençoados, pois suas riquezas são sinal da bênção. Como isso é falso! Se fosse verdade, Maria e José, que foram pessoas pobres, não teriam as bênçãos de Deus.

Uma vez, um certo pastor protestante disse na TV: “Eu determino, Senhor, que a bênção recaia sobre nós sob a forma de riqueza, pois Tu és fiel, portanto, tens que nos atender”. Este tipo de Religião é pura enganação, pois, pretende determinar o agir de Deus. Nem mesmo o louvor pode condicionar o agir do Todo Poderoso. A “Teologia da prosperidade” é uma Teologia medíocre que quer comprar Deus ou fazer uma barganha com Ele.

Temos que louvar a Deus na esperança de sermos libertados, como por exemplo: Uma pessoa que está doente ou com muitos outros problemas, reza assim: “Senhor, eu também sou herdeiro da tua promessa de vida. Acredito no teu poder e na tua graça e o louvo pelo momento em que serei curado, ainda que esta cura ultrapasse minha compreensão e até minha existência”.

“A promessa de vida dada por Deus, não pode ser comprada ou feita como uma troca. É pura graça que nasce do coração misericordioso de Deus”.

Facebook Comments

Livros recomendados

Senhor, Tende PiedadeA Paz na FamíliaUma Teologia da História