Respostas Católicas

Algumas afirmações dos evangélicos refutadas nos evangelhos

INTRODUÇÃO

Ao lerem o título deste artigo, algumas pessoas possivelmente poderiam pensar que trata-se de algo ofensivo; mas não é. O objetivo deste texto não é atacar nem ofender aos nossos irmãos evangélicos. O meu desejo é apenas mostrar a Verdade do Evangelho tal qual ela é, em um ambiente ecumênico, de amor ao irmão e à verdade.

Jesus Cristo disse: “A Verdade vos fará livres” (Jo. 8,32) e é essa Verdade que queremos proclamar sem comentários, nem interpretações, nem acréscimos. Queremos proclamar o Evangelho completo de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Se você é evangélico, compare todas as citações que fornecemos em sua própria Bíblia (a Almeida [versão Corrigida e Fiel]), que foi a que usamos neste texto, e ore para que Deus o ilumine e guie até a verdade plena. Se você é católico, dê graças a Deus e ore para possa viver como um cristão autêntico, seguindo o Evangelho de Jesus Cristo. Você perceberá, neste artigo, a forma como muitos irmãos separados proclamam, em seus folhetos e programas de rádio e televisão, algo que pode ser definido como “O Evangelho segundo os evangélicos”. As expressões em itálico são as frases comuns professadas por muitos evangélicos; as expressões em vermelho apresentam o real ensinamento da Sagrada Escritura.

São basicamente 12 verdades do Evangelho que, como autênticos cristãos, devemos conhecer:

[1]

Os evangélicos dizem: “Sou salvo e se morrer vou para o céu; não posso perder a salvação”.

O Evangelho ensina:

“Mas aquele que perseverar até o fim será salvo” (Mt. 24,13).

[2]

Os evangélicos dizem: “Sou salvo apenas pela fé; as obras e a obediência não nos salvam”.

O Evangelho ensina:

Nem todo o que me diz: ‘Senhor, Senhor!’ entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônio? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?’ E então lhes direi abertamente: ‘Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade'” (Mt. ,21-23).

“E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: ‘Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; estive na prisão, e fostes ver-me‘” (Mat. 25,31-36).

[3]

Os evangélicos dizem: “Cristo não está presente na Eucaristia; isso é apenas algo simbólico”.

O Evangelho ensina: “Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo. Disputavam, pois, os judeus entre si, dizendo: ‘Como nos pode dar este a sua carne a comer?’ / Jesus, pois, lhes disse: ‘Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do Homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele’. / Muitos, pois, dos seus discípulos, ouvindo isto, disseram: ‘Duro é este discurso; quem o pode ouvir?‘ / Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele. / Então disse Jesus aos doze: ‘Quereis vós também retirar-vos?’ Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: ‘Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna’(Jo. 6,51-52.53-56.60.66.67-68).

[4]

Os evangélicos dizem: “Devemos nos confessar diretamente a Deus e não a homens pecadores”.

O Evangelho ensina:

“Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: ‘Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós‘. E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: ‘Recebei o Espírito Santo. Àqueles a quem perdoardes os pecados lhes são perdoados; e àqueles a quem os retiverdes lhes são retidos‘” (Jo. 20,21-23).

“Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu(Mat. 18,18).

[5]

Os evangélicos dizem: “Não devemos chamar ninguém de ‘Pai’, pois a Bíblia o proíbe”.

O Evangelho ensina:

“E, clamando, disse: ‘Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro que molhe na água a ponto do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama” (Luc. 16,24).

“Sabes os mandamentos: não adulterarás, não matarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, honra a teu pai e a tua mãe” (Luc. 18,20).

“Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe ei: ‘Pai, pequei contra o céu e perante ti'” (Luc. 15,18).

[6]

Os evangélicos dizem: “Tudo está escrito na Bíblia; se não estiver na Bíblia, não vale”.

O Evangelho ensina:

“Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez; e se cada uma das quais fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que se escrevessem. Amém” (Jo. 21,25).

“E disse-lhes: ‘Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura’. / E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes” (Mc. 16,15.20).

[7]

Os evangélicos dizem: “Não devemos batizar crianças, pois não é necessário. Além disso, o batismo deve ser feito por imersão em um rio porque foi assim que Jesus recebeu o Espírito Santo quando desceu na água”.

O Evangelho ensina:

“Jesus respondeu: ‘Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito(Mat. 24,13).

“E, logo que saiu da água, viu os céus abertos, e o Espírito, que como pomba descia sobre ele” (Mc. 1,10).

[8]

Os evangélicos dizem: “Maria é uma mulher igual às outras; não deve ser venerada porque a Bíblia não o diz”.

O Evangelho ensina:

“E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: ‘Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres‘” (Luc. 1,28).

“E acontece que, ao ouvir Isabel a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre; e Isabel foi cheia do Espírito Santo. E exclamou com grande voz, e disse: ‘Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre'” (Luc. 1,41-42).

“Pois eis que desde agora todas as gerações me chamarão ‘bem-aventurada‘” (Luc. 1,48).

[9]

Os evangélicos dizem: “Maria não pode fazer nada pois está morta, como os demais santos; ademais, a Bíblia não diz que podem interceder”.

O Evangelho ensina:

“Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó? Ora, Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos(Mt. 22,32).

“E apareceu-lhes Elias, com Moisés, e falavam com Jesus(Mc. 9,4).

“E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: ‘Não têm vinho’. Disse-lhe Jesus: ‘Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora’. Sua mãe disse aos serventes:’Fazei tudo quanto ele vos disser’ […] E, logo que o mestre-sala provou a água feita vinho” (Jo. 2,3-4.9).

[10]

Os evangélicos dizem: “Não devemos dizer as mesmas palavras quando oramos, como no Rosário. Repetir palavras não é bíblico”.

O Evangelho ensina:

“E [Jesus] foi outra vez e orou, dizendo as mesmas palavras(Mc. 14,49).

[11]

Os evangélicos dizem: “Todos os Apóstolos eram iguais. Essa estória de ‘papa’ é uma invenção que não se encontra na Bíblia. Pedro era igual aos outros Onze”.

O Evangelho ensina:

“E levou-o a Jesus. E, olhando Jesus para ele, disse: ‘Tu és Simão, filho de Jonas; tu serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro)(Jo. 1,42).

“Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus” (Mat. 16,18-19).

“Disse também o Senhor: ‘Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos‘” (Luc. 22,31-32).

“E, chegando, achou-os dormindo; e disse a Pedro: ‘Simão, dormes? Não podes vigiar uma hora?'” (Mc. 14,3).

“E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: ‘Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes?’ E ele respondeu: ‘Sim, Senhor, tu sabes que te amo’. Disse-lhe: ‘Apascenta os meus cordeiros’. Tornou a dizer-lhe segunda vez: ‘Simão, filho de Jonas, amas-me?’ Disse-lhe: ‘Sim, Senhor, tu sabes que te amo’. Disse-lhe: ‘Apascenta as minhas ovelhas’ Disse-lhe terceira vez: ‘Simão, filho de Jonas, amas-me?’ Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: ‘Amas-me?’ e disse-lhe: ‘Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo’ Jesus disse-lhe: ‘Apascenta as minhas ovelhas’(Jo. 21,15-17).

[12]

Os evangélicos dizem: “Não importa a Igreja, somente Cristo salva. Dá no mesmo estar em qualquer uma. A única coisa necessária é aceitar a Cristo e não a Igreja”.

O Evangelho ensina:

Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou” (Luc. 10,16).

Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou” (Mat. 10,40).

“Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão; Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada. E se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano” (Mat. 18,15-17).

“Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela(Mat. 16,18).

* * *

Siga em frente, irmão. Já é tempo de aceitarmos o Evangelho completo de Jesus, tal como é e não adaptá-lo segundo o gosto de cada um.

Jesus Cristo disse:

“Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha” (Mat. 7,24)

Se você é evangélico, este é um convite da parte de Nosso Senhor. Se você é católico, este é também um convite da parte de Nosso Senhor. Viva-o, para ser um autêntico cristão.

Da minha parte, como católico, ao invés das crenças dos grupos evangélicos, prefiro mais o ensinamento do Evangelho. Mesmo que, ao fazer isto, ocorra comigo o que se sucedeu ao Apóstolo Paulo, que disse:

“Fiz-me acaso vosso inimigo, dizendo a verdade?” (Gál. 4,16)

Que a Virgem Maria interceda por cada um de nós, para sermos fiéis ao Evangelho de seu Filho, Jesus Cristo, e sermos fiéis à Igreja que Ele fundou: a Igreja Católica.

Que Deus te abençoe abundantemente!





About the author

Veritatis Splendor