Depende da extensão (=grau) da ignorância, já que o próprio Jesus afirmou: “Se fôsseis cegos, não teríeis pecado. Mas dizeis: ‘Nós enxergamos’; então vosso pecado permanece” (João 9,41). É certo, portanto, que uma coisa feita com algum grau de ignorância, mesmo que invencível, não é a mesma coisa que aquela feita com o conhecimento da verdade. Então, quanto maior a ignorância, menor a gravidade do pecado.

Do mesmo modo, algo feito sem querer, em iguais circunstâncias, não é tão errado quanto algo que se faz propositadamente.

Facebook Comments

Livros recomendados

Curar-se Para Ser FelizA boa vontadeA psicologia da fé