Suportou a tudo com a máxima paciência de um cordeiro durante a tosquia, sem pronunciar sequer uma palavra, tal como anunciara o Profeta Isaías: “Foi maltratado e resignou-se; não abriu a boca, como um cordeiro que se conduz ao matadouro, e uma ovelha muda nas mãos do tosquiador” (Isaías 53,7).

Facebook Comments