Jesus ensina-nos a rezar, não só com a oração do Pai nosso, mas também com a sua própria oração. Assim, para além do conteúdo, ensina-nos as disposições requeridas para uma verdadeira oração:

– a pureza do coração que procura o Reino e perdoa aos inimigos;

– a confiança audaz e filial que se estende para além do que sentimos e compreendemos;

– a vigilância que protege o discípulo da tentação; e

– a oração no Nome de Jesus, nosso Mediador junto do Pai.

Facebook Comments

Livros recomendados

Há um Outro MundoO Homem EternoNão Trago Ouro Nem Prata