Participam nela oferecendo – como sacrifício espiritual «agradável a Deus por Jesus Cristo» (1Pedro 2,5), sobretudo na Eucaristia – a sua vida com todas as obras, as orações e as iniciativas apostólicas, a vida familiar, o trabalho de cada dia, as agruras da vida suportadas com paciência e os lazeres corporais e espirituais. Deste modo, os leigos, dedicados a Cristo e consagrados pelo Espírito Santo, oferecem a Deus o próprio mundo.

Facebook Comments

Livros recomendados

A presa de Sharpe (Vol. 5)Jogando Para Ganhar – teoria e prática da guerra políticaJoana d’Arc – A Donzela de Orléans