Abaixo algumas boas notícias sobre a conversão de milhares de anglicanos canadenses à Igreja Católica. Informações sobre a cisão entre os ministros episcopalianos. E no fim, o destaque que os protestantes têm dado para uma, a meu ver, superestimada descoberta científica: a Arca de Noé.

1. Líderes da Igreja Anglicana do Canadá votam pela unidade com a Igreja Católica. Apesar de ser notícia antiga, não vi repercussão por aqui. Bispos canadenses decidiram, em votação, solicitar a reintegração à unidade com Roma. Os membros canadenses desejosos solicitariam uma reintegração sob a forma do Ordinariato Anglicanorum Coetibus, que recebeu uma grande quantidade de fiéis que pretendiam voltar à união com a Sé de Pedro. São mais de duas dúzias as congregações anglicanas canadenses que devem retornar à Igreja Católica.

2. Outro Ordinariato Anglicano prestes a ser fundado nos EUA. Além daquele criado na Inglaterra, em janeiro de 2010, está prestes a ser criado um novo modo de recepção dos anglicanos que querem voltar à Igreja Católica, mas estão residentes nos EUA. De acordo com o cardeal Donald Wuerl, que falou à Columbia Tribune, os convertidos anglicanos terão algo semelhante a uma diocese no início do ano de 2012. Trata-se de uma centena de ministros e alguns milhares de fiéis que voltarão à Igreja Católica.

3. É o fim da Igreja Episcopaliana? O primaz da Igreja Anglicana, o teólogo Rowan Williams, está prestes a se aposentar. Mas não por idade. Com 61 anos, seus pares estão fazendo de tudo para afastá-lo da direção dos Anglicanos, visto sua orientação cada vez mais resignada aos modismos dos tempos presentes. Definhando a estrutura, ainda ficará a questão mais importante: como receber os fiéis de carne e osso.

4. Notícias duvidosas. Alguns sites protestantes têm anunciado descobertas arqueológicas improváveis. A última foi a descoberta do casco da Arca de Noé, perto da Turquia. Não é demais lembrar aos estudiosos que o Antigo Testamento, especialmente a Torah, não pode ser lida historicamente de cabo a rabo. Nunca é demais lembrar que já houve quem comemorasse a descoberta dos gigantes da Bíblia, tendo que resignar-se pela revelação da fraude mais tarde. Esse tipo de busca pode, ao invés de fortalecer os relatos bíblicos, torná-los ainda mais frágeis diante de um mundo cético e extremamente cientificista. Outra notícia menos improvável é a localização da Arca da Aliança, aquela que guardava as tábuas da lei e o cajado de Moisés. Um jornal inglês garante que seu paradeiro é a Etiópia, mas não dá provas disso além da palavra de um fotógrafo. Já ouvi dizer que Arca está sob a guarda de judeus – o que faz muito sentido. Bem, é importante ter cuidado com essas notícias.

Facebook Comments

Livros recomendados

Santa Francisca RomanaPara Conhecer e Viver As Verdades da FéCarta Aberta Aos Católicos Perplexos