Retirando-se do local onde realizou a última Ceia com os seus discípulos, Jesus deu continuidade ao sermão que ali iniciara, e ofereceu-lhes as últimas instruções antes de ser entregue à morte pelo discípulo traidor: comparou-os aos ramos da videira, sendo Ele mesmo essa videira e o Pai o vinhateiro; exortou novamente que perseverassem no Seu amor e guardassem os Seus mandamentos; afirmou que os via como amigos e não como servos; informou-lhes que haveria uma perpétua oposição entre eles e o mundo, e que por isso também seriam perseguidos; reafirmou que o Espírito Santo viria para manifestar-lhes toda verdade; garantiu novamente que não os deixaria sozinhos; prometeu-lhes que o Pai atenderia tudo o que Lhe pedissem em Seu nome; e concluiu com estas palavras: “Eu vos disse todas estas coisas a fim de que encontreis em Mim a vossa paz. Vós tereis que sofrer no mundo; porém, confiai: Eu venci o mundo” (cf. João 16).

Facebook Comments

Livros recomendados

Os Males da AusênciaOs axiomas de Zurique – Os conselhos dos banqueiros suíços para orientar seus investimentosUma Teologia da História