Em virtude da sua singular cooperação com a ação do Espírito Santo, a Igreja gosta de orar a Maria e de orar com Maria, a Orante perfeita, para com Ela engrandecer e invocar o Senhor. De fato, Maria, “mostra-nos o caminho” que é o Seu Filho, o único Mediador.

Facebook Comments

Livros recomendados

O Canto do Violino – E Outros Ensaios InéditosOs Males da AusênciaEnergia Nuclear