Apologética Fé e Obras

Fé x Boas Obras?

Written by Veritatis Splendor
  • Autor: Pe. Arthur W. Terminiello
  • Fonte: Livro “The 40 Questions Most Frequently Asked about the Catholic Church by Non-Catholics” (1956) / Site “Una Fides, One Faith” (http://net2.netacc.net/~mafg)
  • Tradução: Carlos Martins Nabeto

– Como explicar a posição católica sobre as boas obras quando São Paulo ensina que um homem é justificado pela fé: “Portanto, concluímos que um homem é justificado pela fé, independentemente das obras da lei” (Romanos 3,28)?

Fora da Igreja Católica, a pessoa comum tem uma ideia totalmente errônea da posição da Igreja Católica sobre a questão das boas obras. Nenhum católico jamais ensinou que uma pessoa pode ser salva por suas boas obras. Certamente ele pode ser justificado pela fé, mas não somente pela fé:

“Somos justificados por uma fé que opera pela caridade” (Gálatas 5,6).

Cremos que a raça humana foi redimida pela morte de Cristo na cruz, no entanto é necessário mais do que a [mera] aceitação disso. É necessário que cada indivíduo personalize essa expiação de Nosso Senhor por sua própria cooperação, isto é, pela fé, pelo batismo, pelo cumprimento dos mandamentos e pela observação de todas as coisas que Cristo ensinou.

Além disso, boas obras são necessárias para ajudar uma pessoa a perseverar no estado de graça ou amizade com Deus. Ele nos disse isso quando afirmou que aquele que dá um copo de água a alguém em Seu nome, dá a Ele; que devemos amar nossos semelhantes como a nós mesmos; que devemos fazer o bem àqueles que nos odeiam e nos perseguem; que devemos alimentar os famintos e vestir os nus; e que devemos realizar todas as outras obras de misericórdia corporais e espirituais.

Seria injusto Deus ignorar essas boas obras e não atribuir mérito a elas. Ele mesmo diz isso através de São Paulo:

“Porque Deus não é injusto para esquecer das vossas obras” (Hebreus 6,10).

Aqueles que duvidam do lugar das boas obras no plano da Redenção devem ler a Epístola de Tiago, capítulo 2:

14. “Qual será o ganho, meus irmãos, se um homem diz que tem fé, mas não tem obras? A fé pode salvá-lo?”
17. “Portanto, a fé também, a menos que tenha obras, é morta em si mesma”.
18. “Mas alguém dirá: ‘Tu tens fé e eu tenho obras. Mostra-me a tua fé sem obras e eu, pelas minhas obras, te mostrarei a minha fé'”.
20. “Mas tu queres saber, ó homem insensato, que a fé sem obras é inútil?”
24. “Vê que, pelas obras, um homem é justificado e não somente pela fé”.
26. “Porque assim como o corpo sem espírito está morto, também a fé sem obras está morta.”

Da mesma forma, em 1Coríntios 13,2:

“E se tenho profecia e conheço todos os mistérios e todo conhecimento; e se tenho fé, de modo a remover montanhas; se não tenho caridade, nada sou”.

Portanto, ainda que um homem não seja salvo pelas obras, as obras são agradáveis ​​aos olhos de Deus e têm valor, pois são feitas por Ele. Elas, portanto, ajudam o indivíduo a se preservar no estado de graça ou amizade com Deus.

Facebook Comments

Livros recomendados

A Cruz de CristoCatena Aurea – Vol. 1 – Evangelho de São MateusUm Esboço da Sanidade – Pequeno Manual do Distributismo

About the author

Veritatis Splendor