D. Estêvão Tavares Bettencourt, osb (+2008)

Já havia animais carnívoros no Paraíso?

– “[Li em um antigo artigo na revista] ‘Pergunte e Responderemos’, [que dizia] que os carnívoros já eram carnívoros no Éden. Já se matava por lá? A paz na natureza perfeita não reinava então?” (H.T.R. – Rio Pardo-SP).

É São Tomás, em sua Suma Teológica 1,96,1 ad 2, que ensina que o pecado não alterou a fisiologia ou a natureza dos animais. Por conseguinte, os que hoje são carnívoros já eram tais no paraíso, de onde se segue que matar para satisfazer às exigências do regime carnívoro ditado pela natureza não podia ser desordem nem mesmo no estado paradisíaco; não era ruptura da hierarquia de valores sabiamente instaurada pelo Criador.

Contudo o Santo Doutor admite que o homem (não, porém, os animais irracionais) se abstinha de carne antes do pecado, visto que a frugalidade mais condiz com o domínio sobre as paixões que Adão exercia em grau perfeito. Não há razão para rejeitar a sentença de São Tomás, embora alguns Padres e escritores cristãos antigos tenham ensinado que, até o dilúvio, nem os homens nem os irracionais comiam carne (cf. Gênesis 1,29-30 e 9,3); não se poderia dizer, em nome da fé cristã, que o leão tenha sido alguma vez herbívoro!

Veja-se a propósito Estêvão Bettencourt. “Ciência e Fé na História dos Primórdios”, cap. 2 etc.

  • Fonte: Revista Pergunte e Responderemos nº 7:1957 – nov/1957
Facebook Comments

Livros recomendados

10 Livros Que Todo Conservador Deve Ler – Mais Quatro Imperdíveis E Um ImpostorNossa Senhora de FátimaSabedoria e Inocência – Vida de G. K. Chesterton

About the author

Católico Porque...

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.