Respostas Católicas

Jesus era tão apenas um homem santo e profeta?

– Eu não tenho problema com o Cristianismo em si. Acredito que Jesus era um homem santo e profeta, mesmo não achando que Ele fosse único ou o Filho de Deus (Anônimo).

Você pode até achar que não tem problema com o Cristianismo, mas na verdade tem, porque os cristãos pensam em Jesus como sendo (e Ele é) Deus Encarnado. Isso não vai fazer de Jesus um mero profeta ou homem santo. Profetas e homens santos afirmam falar por Deus, mas eles não afirmam ser Deus – o que é exatamente o contrário do que Jesus fez. Ele se identificou com o Senhor Todo-Poderoso (João 8,58; 10,30). Ou Ele era quem afirmava ser ou não era. Se ele não era, então não poderia ser um homem santo ou profeta, mas sim um homem mau ou tolo.


Livros recomendados

A Nova Era: Jesus Cristo, Portador da Água VivaAs parábolas de JesusA Confissão





Veja também  Podem os católicos se referirem aos livros deuterocanônicos da bíblia como "apócrifos"?

About the author

Veritatis Splendor