Sim. Logo após a instituição da Sagrada Eucaristia na última Ceia, Jesus anunciou aos seus discípulos ali reunidos que seria traído por um deles, dando claramente a entender que estava se referindo a Judas Iscariotes. Ofereceu assim uma última oportunidade para este discípulo voltar atrás no seu infeliz desígnio, mas este não quis aproveitar tal gesto de bondade da parte do Mestre. Percebendo então que Judas não queria se arrepender, disse-lhe Jesus: “Fazei logo o que deves fazer”. Desta forma, o demônio, que já habitava no coração do traidor, o fez sair imediatamente dali, para colocar em execução o terrível plano que havia arquitetado com as autoridades religiosas judaicas.

Facebook Comments

Livros recomendados

Temas Atuais Para PensarPaixão por vencerPor Trás da Máscara