Nome do leitor: José Carlos

Cidade/UF: Brasília

Mensagem
========

PAZ,

Lendo o texto a seguir gostaria de fazer uma observação:

Respostas aos protestantes sobre a Fé e as Obras

Posição dos Protestantes: só a fé em Cristo salva; basta aceitá-lo como Senhor e salvador de sua vida

Posição dos Católicos: para se salvar é preciso a fé e as obras, que são o amor para com Deus e para com o Próximo. Confira na Bíblia:

Em Efésios 2:8-10 diz:

8. Porque é gratuitamente que fostes salvos mediante a fé. Isto não provém de vossos méritos, mas é puro dom de Deus.

9. Não provém das obras, para que ninguém se glorie.

10. Somos obra sua, criados em Jesus Cristo para as boas ações, que Deus de antemão preparou para que nós as praticássemos.

Crei que esta passagem bíblica confirma que a salvação é mediante a fé em Jesus Cristo, e que as obras, são preparadas para que andemos nela.


Prezado José Carlos, a Santa Paz!

Você deve estar se referindo ao artigo (1) escrito pelo nosso irmão de apostolado Jaime Francisco.

Sou casado e amo muito a minha esposa. Será que meu casamento se salvaria se eu não demonstrasse o meu amor por ela, se não fosse gentil e se não vivesse a castidade no meu casamento? Acho que não, não é mesmo?

Ora, o que consolida toda relação são as ações que tomamos no dia a dia. Num casamento, estas ações levam ao aumento do amor. Com toda certeza, eu amo mais a minha esposa agora do que a amava quando nos casamos. Amei-a ainda mais quando ela deu a luz ao nosso primeiro filho e quando se mostrou ser uma mãe exemplar.

Na relação com Deus não é diferente. Será mesmo que algum crente será salvo se não fizer a vontade de Deus? Sabemos que a resposta é não, então como se diz que basta a Fé para se salvar?

É claro que não somos salvos pelos nossos méritos, isso dizer que o homem é redentor de si mesmo, isso é doutrina espírita. E é disto que S. Paulo fala em Ef 2,8-9. Aqui o Apóstolo não está se referindo ao exercício da virtude, que nos santifica. A santidade é uma condição que nos é exigida por Deus (cf. Lv 19,2), pois no Céu só entrará quem estiver sem pecado (cf. Ap 7,9).

Isso mostra que a Fé só nos será útil se nos trouxer santidade. Esta santidade nós alcançamos, por Graça de Deus, e pela prática das virtudes. Ela é um bem que se conquista com o tempo e não por decreto divino.

Entretanto, você está correto em dizer que as obras nos ajudam a manter a Fé. Afinal, nos ensinou o Apóstolo S. Tiago: “Queres ver, ó homem vão, como a fé sem obras é estéril?” (Tg 2,20).

Em Mt 25,34-46 há uma belíssima prova de que sem a prática da virtude é impossível se salvar. Nesta parábola, Nosso Senhor condena ao inferno aqueles que não fizeram obras de caridade para com o próximo.

Por isso o mesmo apóstolo nos ensinou:

Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras. Mostra-me a tua fé sem obras e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras” (Tg 2,18).

Aqui está mais uma prova que sem as obras (práticas da virtude em Cristo e por Cristo) é impossível possuir verdadeira Fé, logo é impossível se salvar.

Isso mostra que não é a crença em Deus que nos salva, como erroneamente ensinou Lutero. Não era sem motivo que o Pai da Reforma Protestante ignorava esta carta de S. Tiago, chamando-a de epístola de palha.

É bem comum no protestantismo a prática de distorcer a doutrina católica. Ora, a Igreja não ensina que se salva por obras, mas que a Fé e as obras são necessárias para a nossa salvação, o que corrobora plenamente com a Escritura.

É como se eu dissesse que um ônibus pode nos levar até o outro lado da cidade. Então, o meu amigo Vitola diz que o ônibus não anda sem gasolina, portanto o ônibus sem a gasolina não serve para nada. Aí vem um protestante e diz que o Vitola disse que a gasolina nos leva ao outro lado da cidade, o que contraria o que eu disse, pois eu afirmei que era o ônibus.

Deixemos, portanto a confusão e fiquemos com a perene e cristalina doutrina da Igreja Católica: Somos salvos mediante a Fé (cf. Ef 2,8), porém “Assim como o corpo sem a alma é morto, assim também a fé sem obras é morta” (Tg 2,26).

Espero tê-lo ajudado.

Em Cristo Jesus,

Prof. Alessandro Lima.

Notas

(1) Jaime Francisco de Moura. Apostolado Veritatis Splendor: Respostas aos protestantes sobre a Fé e as Obras. Disponível em https://www.veritatis.com.br/article/2899. Desde 2/8/2004.

Leitura complementar

Apostolado Veritatis Splendor: AS DIFERENÇAS ENTRE AS BOAS OBRAS E AS OBRAS DA LEI. Disponível em https://www.veritatis.com.br/article/2569. Desde 29/3/2004.

Dr. Rafael Vitola Brodbeck. Apostolado Veritatis Splendor: Fé, obras e certeza da salvação. Disponível em https://www.veritatis.com.br/article/3976. Desde 20/11/2006.

Facebook Comments

Livros recomendados

Joana d’Arc – A Donzela de OrléansAnunciar o Evangelho – Mensagens aos CatequistasA senhoria