Espaço do Leitor

Leitor pergunta sobre a adoração ao sangue de cristo após a missa

[Leitor NÃO autorizou a publicação de seu nome no site] Nome do leitor: G.
Cidade/UF: Novo Gama – Goiás
Religião: Católica

Mensagem
========

Gostaria de saber se há algum documento ou liberação de algum bispo para se adorar o Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo durante um momento prolongado depois da Santa Missa.

Deus abençoe a todos vocês.
São Pio, rogai por nós.

 

A Instrução Geral do Missal Romano na edição típica terceira (de 2000) em seu parágrafo 163 proíbe claramente a reserva eucarística da espécie do Sangue de Cristo, forçando que ela seja consumida INTEGRALMENTE (ex integro) e imediatamente durante a purificação pós-comunhão. No caso em que a purificação de um grande número de vasos, o sangue deve ser consumido imediatamente e os vasospodem ser purificados já vazios, imediatamente depois de terminada a missa, e o povo, despedido.  Portanto, não se pode deixar para consumir depois e nem reservar no tabernáculo o Sangue de Cristo, apenas a espécie do Corpo de Cristo.

A norma diz, no original:

163. Distributione Communionis expleta, sacerdos vinum consecratum forte remanens ipse ad altare statim ex integro consumit; hostias vero consecratas quae supersunt, aut ad altare sumit aut defert ad locum Eucharistiae asservandae destinatum.

Sacerdos, ad altare reversus, colligit fragmenta, si quae sint; deinde, stans ad altare vel ad abacum, purificat patenam vel pyxidem super calicem, postea purificat calicem, dicens secreto: Quod ore súmpsimus, et calicem purificatorio exterget. Si vasa purificata sunt ad altare, a ministro deferuntur ad abacum. Licet tamen vasa purificanda, praesertim si sint plura, opportune cooperta, in altari vel in abaco super corporale relinquere eaque statim post Missam, populo dimisso, purificare.

(integral em https://www.veritatis.com.br/article/3312)

Facebook Comments

Livros recomendados

O Homem Eterno9 Ateus Mudam de ÔnibusO Livro do Gênesis – Cadernos de Estudo Bíblico

About the author

Veritatis Splendor

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.