Espaço do Leitor

Leitor pergunta sobre confissão

Um leitor enviou-nos a seguinte dúvida a respeito da confissão:

“Olá. Tenho uma dúvida a respeito de confissão.

É verdade que devemos confessar apenas dizendo o gênero de pecado cometido, sem entrar em detalhes, até mesmo para não tentar o sacerdote?

Por exemplo: confessar dizendo “pequei contra a castidade” sem, no entanto, entrar em detalhes se o pecado foi olhar pornografia, ou se foi masturbação, ou sexo, etc.

É correto confessar dessa forma, apontando apenas o mandamento infringido (no caso do exemplo, o sexto) e dizendo o número de vezes que pecou?”

Caro leitor,

Principalmente, quando o pecado é de natureza sexual (como você mesmo se refere ao 6º mandamento), não devemos entrar em detalhes. Por motivos óbvios. Iria constranger o confessor. Não é necessário isso para a sua absolvição e para a validade e eficácia do sacramento. O que é necessário é que você conte – sem entrar em detalhes – ao confessor o que houve. Por exemplo: “padre, eu pequei contra o 6º mandamento fornicando.” Pronto. Ou se você precisar realmente de trazer algum detalhe, o confessor pedirá. Não precisa falar com riqueza de detalhes o ocorrido, pois realmente constrangeria o confessor. Você pode falar que foi pornografia, ou masturbação. Mas não precisa ir além disso.

Creio que é prudente falar qual foi a transgressão em si, até para que o sacerdote avalie a gravidade do seu pecado. Por exemplo: se você fala “forniquei com minha irmã” é necessário dizer com quem foi, (não foi uma mulher qualquer, mas sua irmã) e daí já se configura incesto. Ou ainda: “forniquei com minha irmã usando camisinha”. É outro detalhe que seria necessário, pois além da fornicação, você atentou contra a lei natural. Em suma pode-se dizer que é um coisa básica: use apenas os detalhes que são necessários para tipificar o pecado em questão. No que tange aos demais pecados, pode-se adotar o mesmo critério. Se, além de confissão, é direção espiritual também, o padre tratará de perguntar as circunstancias do ocorrido.

Espero ter ajudado,

Juliana Fragetti Ribeiro Lima

Apostolado Veritatis Splendor

Facebook Comments

Livros recomendados

A ConfissãoO Homem EternoA Imortalidade Da Alma & A Razão Superior e Inferior

About the author

Veritatis Splendor

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.