[Leitor autorizou a publicação de seu nome no site] Nome do leitor: Tiago Ferreira
Cidade/UF: Várzea Paulista
Religião: Católica

Mensagem
========

A Paz, irmãos!

Antes de mais nada, quero deixar registrado o quão importante é o apostolado Veritatis na minha vida de cristão católico apostólico romano. Após os primeiros contatos com os belíssimos artigos publicados, senti um imenso desejo de conhecer e aprender mais sobre a minha fé. Iniciei um curso de teologia bíblica, ministrada pelo Centro Catequético Diocesano de Jundiaí – SP.

Desejo também seguir um caminho firme de aprendizado, para no momento oportuno utilizar este conhecimento para defesa e evangelização da fé católica. Ter conhecido o trabalho realizado pelo apostolado só faz com que eu tente ser um católico melhor a cada dia.

Lendo diversos artigos publicados neste site, abordando o tema “vida após a morte”, queria me aprofundar, porque não é uma dúvida, necessariamente, no seguinte:

Eu sei que após a nossa vida terrena, já estamos na eternidade. Eu entendo também que na Eternidade não existe o chronos ou khronos (tempo). Para tanto entendo a situação dos anjos ou nossa condição onde o arrependimento deve ser em vida terrena. E a espera da 2ª vinda de Jesus é uma espera terrena (óbvio).

Mas se ao entrarmos na vida eterna, e sem a ação do tempo, estou falando que no mesmo instante estou vivendo um mesmo momento que todos que já faleceram?  Digo, entrarei na eternidade junto com meus parentes já falecidos e com os que ainda vão falecer, no mesmo instante? Entendo que não exista “espera”, pois para “esperar” você precisa da ação do tempo.

Pensando desta forma, se não estiver equivocad

Facebook Comments

Livros recomendados

O capital: Livro 1 – O processo de produção do capital (Vol. 2)A quedaAntônio Torres – Uma Antologia