Nota: Manifesto de uma de nossas leitores em relação à carta enviada ao VS pelo Sr. Dimas Galvão. As palavras do Sr. Dimas estão em vermelho e as da Sra. Evelyn em preto.

Leitor: Dimas Galvão

Estranho que essa “honrosa” organização lance uma nota assinada só por homens. Cadê as mulheres?

Sou católico e não sou contra a veiculação desse DVD, aliás, já o conheço e conheço muita gente que está vendo e divulgando. Então, por favor, não falem em nome de todos os católicos. Há uma multidão deles, engajados, atuantes, que pensam diferente dos senhores.

 

Dimas Galvão, Estimado em Cristo.

Chamo-me Evelyn Mayer de Almeida, sou dona do blog “Fazei o que Ele vos disser” (http://fazeioqueelevosdisser.blogspot.com) e procuro a todo instante denunciar as mentiras e calúnias que se levantam contra a Igreja Única de Cristo além, é claro, de falar do próprio Cristo.

Um dos sites que uso para a minha formação, tanto teologal como espiritual, é o site Veritatis Splendor, site este que o senhor enviou sua mensagem (que, aliás, é sobre ela que quero comentar).

Vou meditá-la passo a passo afim de que você compreenda o que quero dizer.

Estranho que essa “honrosa” organização lance uma nota assinada só por homens. Cadê as mulheres?

Este apostolado é realmente honroso. Como católico que você afirma ser deve saber o quão difícil é para um apostolado evangelizar, ainda mais por um meio onde há tanta diversidade como a Internet.  De fato, o Veritatis Splendor tem ajudado muitas vidas a encontrar Cristo (inclusive a minha) e de tantas pessoas que antes não conheciam a fé católica e não amavam sua Igreja e que por causa deste apostolado são extremamente servidoras de Jesus por sua Única Igreja. E não somente é honroso este meio de evangelização como aqueles que dele participam e doam sua vida, seu tempo e seu amor para a instauração do Reino de Cristo na terra.

Como mulher não acho estranho esta nota ter sido assinada apenas por homens, pois a grande maioria destes homens são casados ou estão noivos. E todos estes homens (até os solteiros) têm mãe, irmã, primas, amigas… Portanto eles têm não somente o direito como o DEVER de bravamente assinarem qualquer nota que esteja a favor da vida, da ética e da feminilidade da mulher e do nascituro. Ora, em Efésios São Paulo exorta aos homens que amem suas esposas como a seu próprio corpo. O livro do Eclesiástico diz que o filho que honrar a sua mãe será feliz e terá alegria em seus filhos. Será que apenas estes dois versículos não dão subsídios a qualquer homem para defender a mulher e sua dignidade?

Se sou submissa à Igreja e este Apostolado, que também é submisso e ensina o que quer a Igreja, logo ele me representa. Como mulher endosso todas as palavras que estes homens têm escrito diante desta situação lastimável que estamos vivendo.

Sou católico e não sou contra a veiculação desse DVD, aliás, já o conheço e conheço muita gente que está vendo e divulgando.

Que pena que o Senhor não é contra a veiculação de uma matéria que este DVD trouxe de uma feminista disposta apenas em desmantelar a Igreja, afirmando aos quatro cantos que quer derrotar o pensamento católico a respeito do aborto, que afirmou que a construção do pensamento favorável ao aborto deve partir da destruição da moral que cerca o tema, de alguém que desvaloriza tanto o matrimônio, quanto a vida, seja em qual estado for.

Então, por favor, não falem em nome de todos os católicos. Há uma multidão deles, engajados, atuantes, que pensam diferente dos senhores.

Em nome de todos os católicos engajados e compromissados com a Igreja, submissos ao Papa, sem resquícios marxistas ou liberalistas, eu também quero pedir encarecidamente que você possa dizer a esta multidão que citastes que eles retornem à Verdade que está na Única e Incorrompível Igreja de Cristo, Santa e Católica, que tenho não somente o dever, mas o DIREITO de a todos defender, seja mulheres ou crianças, nascidas ou no ventre.

Facebook Comments

Livros recomendados

Jogando Para Ganhar – teoria e prática da guerra políticaDevocionário à Divina Misericórdia –  Vol. IICarta Aberta Aos Católicos Perplexos