Respostas Católicas

Ninguém deveria pregar sua religião às pessoas…

– Pra mim pouco importa se você é católico ou protestante: você não deve impor a sua religião às pessoas. E os missionários não têm o direito de falar sobre religião para as outras pessoas. Minha filosofia é: “viva e deixe viver”. (Anônimo)

Essa pode ser a sua filosofia, mas não é a filosofia que Jesus pregou. Ele mandou que seus discípulos pregassem o Evangelho a todos os homens: “Jesus se aproximou deles e disse: ‘Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações, e batizai-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-lhes a observar tudo o que vos tenho ordenado'” (Mateus 28,18-20a).

Isto é conhecido como “A Grande Ordem” e não “A Grande Imposição”.

Jesus ordenou seus discípulos a fazer cristãos outras pessoas através da pregação e do batismo. Todos nós devemos, de um jeito ou de outro, ser evangelistas e apresentar a verdade de Cristo àqueles que ainda não a aceitaram. Fazendo isto, nós não estamos impondo nada a ninguém. Cristo quer ser livremente aceito, assim como quer que sua mensagem seja livremente aceita.

A Evangelização não é uma imposição, mas sim um ato de caridade. Através dela a verdade plena sobre Deus e o homem é dada a conhecer às pessoas em necessidade. Quem está fora da Igreja e escuta a mensagem de Cristo Salvador pode se unir a Ele em sua Igreja, que é o seu Corpo Místico.

“Viva e deixe viver” é uma falsa filosofia. Ela repete a questão de Caim: “Acaso sou eu guardião do meu irmão?”. Nas coisas espirituais, assim como nas materiais, devemos ser guardiões dos nossos irmãos.


Livros recomendados

30 Minutos Para Mudar o Seu Dia9 Ateus Mudam de ÔnibusO Sinal da Cruz





Veja também  Marcos Monteiro Grillo - Ex-Luterano

About the author

Veritatis Splendor