Espaço do Leitor

Número de adeptos das religiões

De: João Ribeiro Gomes

A Religião Católica em sí, é a maior Religião do Mundo. Ou melhor a Igreja Católica é a Igreja que mais tem adeptos no Mundo?

 

Caro João,

O número de adeptos de uma religião é algo muito difícil de se precisar. Dependendo da fonte pesquisada, a variação pode chegar a 100%. Apenas para você ter uma idéia, há poucas semanas, um órgão de imprensa afirmava que o número de mulçumanos no mundo ultrapassava os 2 bilhões, e que os mesmos se espalhavam por mais de 100 países. No mesmo dia (curiosamente) um outro órgão de imprensa afirmava que os mulçumanos são 1 bilhão, espalhados por 54 países.

A diferença, como você percebe, é discrepante.

Os exemplos podem se multiplicar. É comum a imprensa brasileira afirmar que os muçulmanos no Brasil ultrapassam a cifra de 1 milhão. Os mais apressadinhos afirmam que chegariam a 1,5 milhão. E, no entanto, o censo de 2000 realizado pelo IBGE catalogou apenas 27 mil seguidores de Maomé em terras brasileiras. Ou seja, apenas 2,7% do número tradicionalmente divulgado pela mídia.

De qualquer forma, e para não te deixar sem resposta, existem números mais ou menos confiáveis, embora não sejam totalmente exatos.

O cristianismo é, de longe, a maior religião do mundo, congregando mais de um terço da população mundial (algo em torno de 2,1 bilhões de pessoas). A Igreja Católica representa mais da metade deste contingente, com cerce de 1,2 bilhão de adeptos, sendo, neste sentido, a maior religião do planeta.

Em segundo lugar, vem o islamismo. O total de muçulmanos deve aproximar-se de 1,3 bilhão de pessoas. Dentro do islã, a maior religião (a dos sunitas) deve congregar algo em torno de 1 bilhão de seguidores. Note, meu caro João, que até meados da década passada, o número de católicos superava o número total de muçulmanos. Graças principalmente às levadas taxas de natividade entre os muçulmanos, e (perdoe-nos Deus por este grave pecado!) o controle de natividade que se estabeleceu entre nós (à revelia da Igreja, é bom que se frise), o número total de muçulmanos, pela primeira vez na história, ultrapassou o de católicos.

A terceira maior religião é a hindu, com cerca de 900 milhões de seguidores.

A quarta, o budismo, com 400 milhões.

Insisto que todos estes números não são exatos, tratando-se de mera projeção.

De qualquer forma, a importância de uma religião não deve ser medida apenas pelo número de pessoas que a seguem, mas por sua abrangência planetária. O hinduísmo, por exemplo, tem muito mais adeptos do que o budismo, e, no entanto, eu não tenho receios em afirmar que aquele é menos importante do que este. Afinal, grosso modo, o hinduísmo concentra-se na Índia e no Paquistão, enquanto que o budismo espalhou-se por vários países, alcançando um número maior de povos.

Dentro do critério acima, o catolicismo é, de longe, a mais importante religião de toda a história. Ela é a única que espalhou-se por todos os quadrantes da Terra e fincou-se nos cinco continentes. A quantidade de povos e culturas que se abriram à fé católica simplesmente não têm paralelos mesmo quando comparada ao islamismo. Aliás, a geografia católica nunca permaneceu parada. Desde a sua origem, até os dias de hoje, o catolicismo esteve, ora mais, ora menos, em constante expansão.

Mesmo nos tempos atuais, de profunda crise, a Igreja cresce em lugares tão díspares quanto os EUA e a África. Somos, verdadeiramente, a única religião universal que a humanidade já conheceu.

Que Deus te abençoe,

Alexandre.

Facebook Comments

Livros recomendados

A Grande Mentira – Lula e o Patrimonialismo PetistaA superstição do divórcioA Carta de São Paulo aos Romanos

About the author

Veritatis Splendor

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.