O Apostolado Veritatis Splendor teve origem na fusão de diversos outros apostolados católicos que, na Internet , vinham trabalhando na defesa da Fé Católica e na divulgação do Evangelho que o Senhor confiou aos cuidados da Santa Igreja Católica. Assim, juntos, acreditavam poder oferecer um trabalho de melhor qualidade ao público, servindo a Cristo com mais eficiência e disponibilidade de tempo.

Assim em 22 de Junho de 2002 nascia o então Veritatis Splendor. Nos primeiros meses do mesmo ano o site funcionou como uma fusão dos sites Agnus Dei (um dos mais antigos na internet, fundado por Carlos Martins Nabeto em 1996) e Ictis (fundador pelo recém convertido ao Catolicismo, Alessandor Lima, em 2000). Carlos Martins Nabeto passava por dificuldades na vida pessoal que o impediam de dar continuidade ao seu premiadíssimo e reconhecido site. Então confiou o Agnus Dei aos cuidados de seu então amigo Alessandro Lima, que passou a cuidar deste e mais seu site Ictis.

Ao projeto Veritatis Splendor (doravante chamado VS), uniram-se também outros sites católicos como o “Firmes na Fé” (do Cledson Ramos), o “Servi Dei” (do Rogério Silva), o “Sou Católico, Sou Igreja” (do Toni Lopes) entre outros.

Com o passar do anos, outros membros foram compondo a equipe, dentre eles ex-protestantes. Também muitos outros por questões pessoais, ou divergências internas, acabaram saindo. E assim o VS permaneceu até 10 de Abril de 2010.

Ter uma equipe grande ajuda bastante nos artigos que necessitam ser escritos, revistos ou traduzidos, mas também acaba dispendendo um grande tempo com o gerenciamento dos trabalhos, administração de ânimos e brigas pessoais, que acabam surgindo em qualquer grande família. E infelizmente, nos últimos anos, foi dispendido mais tempo com os problemas internos da equipe, do que efetivamente a produção de artigos.

O Veritatis Splendor foi fundado para dedicar-se ao combate que chamamos extra-muros, isto é, na defesa de nossa fé contra os protesantes, ateus e espíritas, bem como a promoção da literatura dos Santos Padres da Igreja. Fizemos isso muito bem até abril de 2007 quando o VS acabou entrando em toda polêmica que envolve o Concílio Ecumênico Vaticano II e sua geração. Desde então, perdemos bastante a nossa identidade original, e acabamos por expor aos nossos leitores (em sua maioria protestantes, que estavam ou estão se aproximando da Igreja Católica) todas as feridas que sofrem muitos dos fiéis católicos, por causa de divergências quanto à ortodoxia ou validade do Concílio Vaticano II.

Por reconhecer que os problemas referentes ao Concílio Vaticano II são complexos e por demais espinhosos, pelo fato de não caber a simples fiéis leigos tentar resolver questões que só competem ao Magistéiro da Igreja, ou aos teólogos autorizados, não esquecendo de que o envolvimento nestes assuntos estavam afastado o VS de sua orientação original, foi que o Sr. Alessando Lima, então Diretor do VS pediu aos seus pares que o apostolado fizesse o que sempre fez antes de 2007.

Muitos receberam este pedido com desconfiança, outros se sentiram desmotivados, outros ainda cerceados em sua liberdade dentro do VS, o que resultou na saída de quase todos.

Nos seus quase primeiros oito anos de existência passaram pelo VS cerca de 46 pessoas, são elas: Alexandre Semedo, Alexandre Dias, Alessandro Manoel da Silva, Aline Rocha Taddei Brodbeck, Ana Maria Bueno Cunha de Freitas, Bruno Valadão, Carlos Martins Nabeto, Cledson Ramos Bezerra, Daniel Pinheiro, Dom Antonio Carlos Rossi Keller, Emerson Honório de Oliveira, Evelyn de Souza Mayer de Almeida, Everton Jobim, Ewerton Wagner, Fábio Calixto, Fernanda Carminati Azevedo, Francisco do Amaral Carvalho Dockhorn, Gederson Falcometa, Jaime Francisco de Moura, Joathas Bello, Jorge de Souza Dantas, Jorge Ferraz, Juliana Ribeiro Lima Fragetti, Leandro Martins de Jesus, Luís Guilherme Fernandes Pereira, Márcio Antonio Campos, Marcos Monteiro Grillo, Marcus Moreira Lassace Pimenta, Maria Thereza Tosta Camillo, Maria Alice Soares de Castro, Pedro Ravazzano, Rafael Cresci, Rafael Perszel, Rafael Vitola Brodbeck, Rafael de Sousa, Renata Espíndola, Renato Rosman, Rondinelly Ribeiro, Rogério Amaral Silva, Rui Machado, Sonia Cristina, Sílvio Medeiros, Taiguara Fernandes de Sousa, Thadeu Soares, Toni Lopes e Wellington Campos Pinho.

Que a Mãe de Deus e o seu Santo Filho guardem e cuidem de vocês e vossa família, por tudo  o que vocês fizeram pelo VS, e pelos seus leitores.

Nosso apostolado foi dirigido até 2010 pelo seu fundador o Sr. Alessandro Ricardo Lima (em 2009 teve Rafael Vitola Brodbeck como Diretor Interino). Até final de Junho de 2011 esteve sob a direção do Sr. John Lennon J. da Silva. Agora voltar a ser dirigido pelo Sr. Alessandro Ricardo Lima.

O Apostoaldo Veritatis Splendor continua tendo o objetivo maior de colocar à disposição do grande público artigos preciosos que ajudem a dissipar na medida do possível a falta de informação que é a principal origem do preconceito ao Catolicismo. Este apostolado encontra-se em perfeita comunhão com a Igreja de Roma e com seu pastor supremo, o Santo Padre.

Nosso visitante não deve, contudo, confundir nosso trabalho que é um Apostolado com Ministério.

O termo ministério, no sentido católico, está restrito, pelo mesmo Código, a outras funções leigas como o ministério do leitor e o ministério de acólito (cânn. 230,§1º, 1035,§1º), desempenhadas sob a autorização específica da Igreja, e que realmente não se confundem com o apostolado, que não necessita dessa autorização, desde que observados os pressupostos dos cânn. 208 (dever de cooperar para a construção do Corpo de Cristo, que é a Igreja), 209 (dever de manter a comunhão com a Igreja, bem como cumprir outros deveres baixados pela Igreja universal ou particular), 210 (tentar, ao máximo, levar uma vida santa, contribuindo para a contínua santificação da Igreja), 211 (dever de se esforçar para que o Evangelho atinja todos os homens) e 212 (aceitar o que Magistério ordena).

O VS constitui hoje, um dos maiores sites católicos em língua portugesa do mundo e recebe mais de duas mil visitas por dia.

Que sob a graça de Deus, assim continue a prosseguir.

Facebook Comments

Livros recomendados

A psicologia da féDoutor FaustoMeditações para a Páscoa e Pentecostes