Respostas Católicas

O catolicismo é religião, mas o protestantismo não?

– Um amigo fundamentalista afirma que o Catolicismo é uma religião, mas que a fé dele não é [religião]. Ele diz que eu posso ser religioso indo à Missa, mas ele não é religioso quando vai à igreja no domingo. Vocês poderiam explicar o que ele está querendo dizer? (Anônimo)

O seu amigo está usando o termo “religião” em um sentido peculiar. Ele atribui ao termo um sistema de crenças criado pelo homem em oposição a um sistema divinamente revelado. Assim, ele enxerga o Catolicismo como criado pelo homem, enquanto que a fé dele é divinamente revelada.

Alguns fundamentalistas contrastam “ser religioso” com “ser cristão”. “Ser religioso” é compreendido como “agir visando alcançar o Céu [por méritos próprios]” ou “estabelecer uma medida de justiça tal que Deus obrigatoriamente tenha que aceitá-lo”. Seu amigo fundamentalista aparentemente enxerga assim o modo como os católicos cumprem sua obrigação de assistir a Missa aos domingos.

Seu amigo, como um “cristão” em oposição ao católico, reconhece que ele nada pode fazer para alcançar o Céu [por méritos próprios] e simplesmente aceita a redenção de Deus como um dom gratuito. Seu amigo se vê aqui [nesta posição].

Diga a ele que esta sua definição de religião é diferente da sua (e da maioria das pessoas, nesta matéria). Porém, se ele prefere usar essa definição, então o Catolicismo também não é uma religião. Explique-lhe que assistir semanalmente a Missa visa cumprir o Mandamento de Deus que ordena guardar o santo Dia do Senhor (Êxodo 20,9-10; Hebreus 10,25).

Isto emana da obediência a Cristo, o que, por outro lado, se torna possível apenas pela graça de Deus (Filipenses 2,12-13). Não é porque você “marca pontos” com o Senhor que Ele estará obrigado a aceitá-lo no Céu.

Veja também  Algumas afirmações dos evangélicos refutadas nos evangelhos

Livros recomendados

O Evangelho de MariaA Fé ExplicadaUm Olhar que Cura: Terapia das Doenças Espirituais





About the author

Veritatis Splendor