É “uma palavra, um ato ou um desejo contrários à Lei eterna” (Santo Agostinho). É uma ofensa a Deus, na desobediência ao seu amor. Fere a natureza do homem e atenta contra a solidariedade humana. Cristo, na sua Paixão, revela plenamente a gravidade do pecado e vence-o com a sua misericórdia.

Facebook Comments

Livros recomendados

Senhor, Tende PiedadeA boa vontadeRecordações sobre Mons. Escrivá