Que estes estivessem sempre unidos entre si pelo vínculo da caridade; que fossem inundados do amor de Deus – assim como Ele próprio estava – e fossem depois colocados com Ele no céu (cf. João 17,20ss). E acrescentou: “Eu não peço pelo mundo”, isto é, por aqueles que vivem e se deleitam na corrupção do mundo, perseverando nessa corrupção até o fim. Com efeito, aqueles que realmente abandonaram o espírito mundano são também compreendidos no número dos fiéis (cf. Santo Agostinho, Tratado sobre o Evangelho de João 107,1).

Facebook Comments