Senhor Jesus Cristo,

Por que permites que apenas a Igreja Católica possa provar com dados históricos que foi fundada por Ti?

Por que, até o século XVI, nosso pai na fé, Martinho Lutero, nos ensina que “somente pela Fé”, sem as obras da caridade cristã, podemos ser salvos?

Por que ninguém ensinou essa doutrina antes do século XVI e meus pastores ensinam-me ela desde que eu era criança na escola dominical?

Por que eu deveria crer em tal doutrina de Martinho Lutero e não no apóstolo Tiago, que ensina o contrário (cf. Tiago 2,20)?

Por que não temos um Pastor visível, que governe nossa congregação assim como os católicos têm o Papa?

Por que disseste a Pedro (cf. João 21,15-17) para alimentar “meus cordeiros e ovelhas” (isto eé, o seu rebanho, a sua Igreja) e não temos esse Pastor visível desde o século XVI, nem vejo qualquer indicação de que jamais teremos um [no futuro]?

Por que quando o nosso primeiro pastor morreu, não temos registro de quem o sucedeu nesse importante ministério?

Não poderias cumprir em nós a promessa que colocaste na pessoa do teu apóstolo Pedro?

Por que, se a Igreja Católica não é a tua Igreja, permitiste que ela existisse ininterruptamente do século I até hoje, e não há indicações de que ela venha a desaparecer da face da Terra?

Por que nela existem pessoas que os católicos consideram santas e, mesmo após a morte, seus corpos encontram-se incorruptos?

Por que nosso pai Lutero e seus principais discípulos ao longo dos séculos – como Calvino, J. Knox, J. Wesley, Henrique VIII, J. Smith, C. Russell, Ellen G. White, William Miller e tantos outros -, não encontram-se incorruptos?

Por que a Igreja Católica possui um enorme patrimônio de sinais visíveis, que nem a ciência, nem os estudos da NASA, foram capazes de explicar o grande mistério divino que apresentam: como o Santo Sudário de Turim e o sangue de São Genaro, que todo ano (a 14 de setembro) torna-se líquido novamente (liquefação)?

Por que a Igreja Católica é a única que apresenta mistérios eucarísticos que provam que Tu, Senhor, estás na espécies eucarísticas consagradas por teus Padres na Missa e o mesmo não ocorre com o pão e o vinho[/suco de uva] que o nosso pastor nos dá às vezes, naquilo que chamamos de “Santa Ceia”?

Por que os católicos dos quatro pontos cardeais da Terra possuem a mesma Fé e nós, herdeiros de nosso pai Lutero, nos dividimos em tantas denominações com doutrinas contraditórias?

Por que nossas denominações não possuem uma sede mundial visível para nos administrar com fé, como é o caso da Igreja Católica na cidade de Roma, a qual é até mesmo conhecida como “a Cidade Eterna”?

Por que praticamente desapareceram da face da terra as comunidades para as quais Paulo escreveu, várias delas engolidas pelos muçulmanos, e a comunidade de Roma permanece?

Por que permites que apenas a Igreja Católica tenha um registro detalhado de todos os cristãos pertencentes a ela, de todos os séculos desde o início do seu ministério na Terra Santa até os dias atuais, e [nós, protestantes,] não temos algo semelhante?

Por que os templos católicos estão sempre de portas abertas e os fiéis vêm o dia inteiro para adorá-Lo Naquilo que chamam de “Santíssimo Sacramento” e os nossos templos só abrem as suas portas para os cultos, quando o pastor chega?

Por que as seitas satânicas buscam exclusivamente [para suas profanações] hóstias consagradas na Missa Católica e jamais nossos pães comuns da Santa Ceia?

Será que Tu não estás presente no pão que nosso pastor nos dá, e os satanistas, por não Te encontrar aí, não se servem desse pão para profaná-Lo?

Por que, se nosso pai Lutero proclamou que o Catolicismo se encontrava corrompido no século XVI e que essa Igreja era falsa, ela não terminou, mas continua a viver e a se espalhar por toda a Terra, mesmo nos lugares ou regiões em que não estamos presentes?

Por que só os católicos possuem imagens bastante preciosas do Teu belo Rosto, como o Sudário de Turim ou o lenço de Veronica, bem como aquelas que se fazem presentes nas catacumbas dos primeiros cristãos?

Por que permitiste que apenas os católicos e os mexicanos possuíssem uma imagem milagrosamente gravada numa tilma indígena na Cidade do México, que nem os cientistas da NASA conseguiram explicar como se deu esse prodígio?

Por que quando as heresias foram ensinadas nos primeiros séculos da Igreja, permitiste que apenas Bispos católicos ou figuras relevantes dessa Igreja (S. Atanásio, S. Agostinho etc.) defendessem a sã doutrina e, não tivéssemos nós, herdeiros de Lutero, presença em Concílios tão importantes, que confirmaram a reta doutrina dos primórdios?

Por que nós, metodistas, batistas, luteranos, testemunhas de Jeová, mórmons etc, não pudemos comparecer aos Concílios de Niceia (ano 325), Hipona (ano 393) e Cartago (ano 397), quando foi definido o cânon dos 73 livros da Bíblia?

Faço aqui uma pausa, Senhor Altíssimo, pois tinha me esquecido que nenhuma dessas denominações existiam nessa época. Perdoa-me, pois já sei a resposta!

Por que apenas na Igreja Católica surgiram personagens com testemunhos heróicos de caridade – como S. Francisco de Assis, S. Pedro Claver, S. Maximiliano Kolbe, S. Rita de Cássia, etc. – e entre nós ninguém atingiu esse nível de heroicidade cristã?

Por que apenas os católicos podem chamar seus sacerdotes para auxiliá-los na sua agonia, que eles chamam de “unção dos enfermos”, para serem ungidos com o óleo sagrado que recomendaste para esta situação através do apóstolo Tiago (5,14), enquanto nós, se chamarmos o nosso pastor, veremos que virão apenas para orar e cantar alguns Salmos para nós?

Por que apenas a Igreja Católica possui um registro mundial dos matrimônios dos seus fiéis, realizados dentro dessa Igreja, e nós não temos algo semelhante?

Por que apenas a Igreja Católica tem um Catecismo de Fé extremamente completo, traduzido para muitas línguas e compartilhado por unanimidade por todos os seus fiéis em todo o mundo, e nós não temos nada parecido?

Por que ficamos sabendo que nossos irmãos protestantes e até mesmo ateus, quando chegada a hora da morte, pedem a presença de um padre católico, para receber aquilo que chamam de “unção dos enfermos” e eu nunca fiquei sabendo que um católico, nessa mesma situação, pediu a presença de um pastor das nossas denominações?

Além disso, se Jesus é nosso irmão,…

Por que não podemos ser filhos espirituais de tua mãe, a Virgem Maria, e apenas os católicos têm essa felicidade?

Por que se o teu amado Filho é o ÚNICO SACERDOTE, permitiste que Ele compartilhasse do seu sacerdócio com os homens, na Última Ceia, na pessoa dos seus Apóstolos, e estes o transmitiram aos atuais Bispos e Padres católicos ordenados por eles?

Por que nossos pastores não herdaram esse sacramento da ordem sacerdotal, instituído na Última Ceia, quando foi dito aos primeiros sacerdotes: “Fazei isso em memória de Mim” (Lucas 22,20)?

Por que apenas os católicos anunciam a morte redentora de Nosso Senhor Jesus Cristo 24 horas por dia, 365 dias por ano, em cada uma das suas Missas ao redor do mundo, como São Paulo assegurou: “Toda vez que comeres deste pão e beberes deste vinho, anunciareis A MORTE DO SENHOR, até que Ele volte” (1Coríntios 11,26), e não temos isso em nossas congregações, porque nossos pastores apenas nos dão um pão comum na chamada Ceia Sagrada?

Por que os primeiros cristãos celebravam a “fração do pão” ou “Eucaristia” ASSIDUALMENTE (Atos 2,42) e nós apenas ESPORADICAMENTE?

Por que apenas os católicos seguem as mesmas doutrinas que os primeiros cristãos e nós não?

Senhor, talvez eu possa Te cansar com tantos “por quês”, para os quais não tenho resposta; por isso, encerro perguntando para Ti:

Por que não me torno católico?

Facebook Comments

Livros recomendados

A Paz na FamíliaMeditações para a Páscoa e PentecostesNamoro