Respostas Católicas

Os católicos podem afirmar que o aborto é questão de consciência?

– Ouvi dizer que alguns católicos toleram o aborto por considerá-lo questão de consciência. Não estou bem certo do que isto significa… (Anônimo)

Aparentemente, isto significa que alguns católicos acham que não é moral para eles se submeterem ao ensino da Igreja sobre o aborto ou que suas falhas [pessoais] em viver segundo o ensino da Igreja não fere as suas consciências. Obviamente, isto não depõe contra o correto ensinamento da Igreja. Isso apenas nos mostra o que certos católicos acham acerca de certas coisas ou, no mínimo, o que eles dizem que pensam sobre certas coisas.

É difícil compreender como um católico não pode, em boa consciência, seguir o consistente ensino moral da Igreja e ainda permanecer católico, visto que ele está obrigado a formar sua consciência de acordo com esse ensino.

Mas isto não significa dizer que seguir o ensinamento cristão é tarefa fácil. Ninguém disse que as máximas morais cristãs, como “Ame os seus inimigos” e “Não cometa adultério”, não requerem esforço para observá-las. A tentação pode ser grande para criarmos as nossas próprias regras sobre o que é certo e errado, modificando aquilo que Deus, a Bíblia e a Igreja esperam de nós.

Não obstante essa tentação, Cristo nos pede para que tomemos a nossa cruz. Nós, pecadores, precisamos de misericórdia quando tentamos praticar o que a Igreja ensina, mas a Igreja nunca alterará a sua pregação para justificar as nossas práticas [erradas]. Neste sentido, o ensino católico sobre o aborto não difere de qualquer outra verdade cristã.


Livros recomendados

O Evangelho de São João – Cadernos de Estudo BíblicoA Fé da Igreja – Em que Deve Crer o Cristão de HojeSuma Contra os Gentios





About the author

Veritatis Splendor