Espaço do Leitor

Os livros deuterocanônicos condenam as imagens católicas?

1º E-Mail [08/02/2008] Advertência contra a idolatria: DEUTERONÔMIO 4,15-19
Prof. Alessandro Lima,
Imagina a decepção de um católico, ao tomar conhecimento na Bíblia completa destes versículos (eu tinha 54 anos de catolicismo). Professor, podia eu não ficar decepcionado? Se tudo isto é praticado na igreja católica, “a única de cristo”. Que DEUS tenha misericórdia. Nilson Guimarães

2º Email [13/02/2008] Polêmica contra a idolatria. Divinização dos elementos: SABEDORIA 13,1-9
Prof. Alessandro Lima.
Este texto foi tirado da minha Bíblia completa. Dá para você imaginar a cabeça de um católico,que depois de 54 anos de vivência no catolicismo toma conhecimento das verdades das Escrituras Sagradas? Hoje eu entendo o motivo pelo qual a igreja católica não incentiva seus fiéis a ler a Bíblia. Que DEUS tenha misericórdia!

3º Email [08/03/2008] Outro exemplo a propósito da navegação: SABEDORIA 14,1-11
Prof. Alessandro Lima.
Este texto foi tirado da minha Bíblia completa. Só que ao tomar conhecimento dos textos que não existem na minha Bíblia imcompleta,como estes que eu tenho mandado para ti, fiquei mais convicto ainda da escolha que fiz infelizmente só depois de 54 anos. CONVERTER-ME PROTESTANTE PENTECOSTAL. Que Deus tenha misericórdia!!!!!!

4º Email [23/03/2008] Dupla explicação da origem dos ídolos de forma humana: SABEDORIA 14,12-21
Prof. Alessandro Lima. Este texto foi tirado da minha Bíblia completa, de quando eu era cotólico e que me faz cada vez mais estar certo da escolha que fiz: converter-me a Protestante Pentecostal. Este livro da Bíblia “completa” ,como dizia o escritor Nelson Rodrigues, é o “óbvio ululante”.

5º Email [23/03/2008] Conseqüencias da idolatria: SABEDORIA 14,22-31
Prof. Alessandro Lima.
Este texto não foi tirado da minha mente, nem de nenhum artigo de algum site, ou de alguma revista, ou matéria de doutrina de homens. Não! Este texto é a palavra de Deus tirado da minha Bíblia “completa”, do tempo em que eu era cego. Mas Deus através do seu milagre, me restituiu a visão, e eu pude então tomar conhecimento da verdade da palavra de Deus na Bíblia. Que Deus seja misericordioso no dia do julgamento. Amém!

6º Email [25/03/2008] A fé de Israel o preservou da idolatria:
15/1 Mas tu,nosso Deus, és bom e fiel, és paciente e governa todos os seres com misericórdia.
2 Mesmo se pecamos permanecemos teus, porque reconhecemos teu poder; mas não pecaremos, sabendo que somos contados como teus.
3 Pois conhecer-te é a justiça perfeita e reconhecer o teu poder é a raiz da imortalidade.
4 Não nos enganou a invenção humana de uma arte perversa, nem o trabalho estéril dos pintores de ilusão/que produzem uma forma lambuzada, de cores variadas,
5 cuja vista acaba por despertar a paixão dos insensatos/e lhes faz desejar a forma inerte de uma imagem morta.
6 Amantes do mal e dignos de tais esperanças/são tanto os que as fabricam como os que as desejam ou adoram!
Prof. Alessandro Lima.
Este texto foi tirado da minha Bíblia “completa”. Que Deus tenha misericórdia deste povo!

Prezado Nilson,

Pax Domini!

Primeiramente, pedimos desculpas pela demora na resposta. Diariamente nos chegam dezenas de emails, dos mais variados assuntos, a que temos que responder conforme o tempo nos permite, já que todos os membros deste Apostolado católico são leigos com muitas responsabilidades diante de Deus e da sociedade, inclusive de ordem profissional e familiar. Aqui realmente oferecemos de graça o que de graça recebemos!

Pois bem. Parece-nos que você possui, como muitos protestantes, dificuldades para entender a existência das imagens católicas… E embora tenha afirmado, em outros emails, ser um “ex-católico”, parece desconhecer por completo a teologia católica e até mesmo a história da formação do cânon bíblico, da “Bíblia completa” como você jocosamente chama a Bíblia católica/ortodoxa (ou seja, aquela que não foi mutilada pelos “reformadores” protestantes a partir do século XVI).

Mais do que isso, você parece “surpreso” por encontrar passagens que “condenam as imagens” na “Bíblia completa” (católica), inclusive naqueles livros que foram suprimidos da maioria das Bíblias protestantes… Sinal de que você realmente ABSOLUTIZA a interpretação (como faz boa parte dos pentecostais e neopentecostais ao contrário dos protestantes ditos “históricos”). O próprio Lutero não era contrário às imagens, você sabia? E nem poderia, pois a própria Bíblia também não absolutiza sua proibição (o mesmo Senhor que proibiu as imagens no Decálogo e em outras passagens, ORDENOU que se colocassem imagens de querubins sobre a sua Arca, ORDENOU que erguesse a serpente de bronze [figura de Cristo, segundo São Paulo], ORDENOU que seu Templo em Jerusalém fosse ornamentado com imagens até mesmo de plantas e animais!)… Ou a sua “Bíblia incompleta” não fala nada disso? Pelo menos todas as “Bíblias incompletas” que tenho aqui em casa (ACF, ARC, AEC, NVI, TLH, NTLH, TNME…) não omitem esses fatos (ainda que no fundo muitos de seus tradutores assim o desejassem, é claro)… E ainda não encontramos nenhum protestante que nos explicasse o motivo dessa “relativização” que contradiz o “absolutismo” da interpretação protestante.

E mais! Nosso site já publicou diversos artigos sobre a “questão das imagens”. Você leu TODOS eles? Parece-nos que não, tendo em vista a forma prematura e imatura como você coloca as coisas… Nem mesmo o “argumento” de que os livros “a mais” existentes na Bíblia Católica “pregam também contra as imagens” é novidade por aqui! Esses casos também já foram abordados no artigo “PROTESTANTE PERGUNTA SOBRE O CAPÍTULO 6 DE BARUC” (https://www.veritatis.com.br/article/4084). Você já tinha conhecimento deste artigo? Tentou ao menos compreender, por dever de consciência, já que se declarou anteriormente como um “ex-católico”? Neste artigo que menciono são fornecidos links para outros artigos sobre imagens, publicados por este Apostolado… E você pode ainda encontrar muitos outros através do campo de Busca existente no topo superior direito da página (use palavras-chave como “imagens”, “idolatria”, “culto”, “adoração” etc.). Leia-os todos com atenção, já que você quer “a verdade”… E se encontrar algum outro argumento realmente INÉDITO, não hesite em nos escrever… Teremos grande prazer em respondê-lo!

Que a Verdade (com “V” maiúsculo) te liberte dos erros da interpretação pessoal e do “espírito de papagaio”, os quais são inconciliáveis com aqueles que procuram DE FATO a verdade!

[]s
Fique com Deus
Carlos Nabeto

* * *

7º Email [25.03.2008] Diz na Bíblia (tanto na completa como na incompleta): Devemos perdoar setenta vezes sete. E eu te dou o meu perdão pelos ataques e os nomes jocosos que você me atribuiu. Tenha um pouco mais de sensibilidade e educação nas suas respostas. Aguarde uma resposta minha mais esclarecedora. Fique com Deus! Nilson Guimarães

Prezado Nilson,

Pax Christi!

Muito bem observado! Pois então eu também perdôo as suas provocações anticatólicas (que nos classifica constantemente como idólatras) e suas referências pouco respeitosas à “Bíblia completa” (como se esta quisesse dar razão às suas interpretações pessoais). Com efeito, em momento algum atribuí ou quis atribuir “nomes jocosos” a você; respondi apenas ao seu comportamento provocativo, que – em inúmeros e repetidos emails – nos equiparou aos antigos pagãos, desconsiderando por completo as diferenças que existem entre latria e dulia, que há pelo menos 2000 anos se observa e está muito bem sendimentado entre os seguidores de Cristo (basta estudar Patrística para comprovar e constatar que a própria Bíblia relativiza a proibição).

Com relação aos esclarecimentos que você pede acerca da “questão das imagens”, repito que os artigos que apontei – boa parte de autoria deste Apostolado – estão prontos a auxiliá-lo em sua busca pela verdade. NOVOS argumentos contrários às imagens cristãs serão apreciados e obviamente respondidos (dentro do tempo livre que temos, não adianta querer apressar), como normalmente fazemos com todos os demais leitores. Mas quero observar que quem dita o TOM é você; se espera lançar ataques e acusações infundados sem receber uma resposta firme e à altura de eventuais e injustas provocações, está muito enganado! A caridade cristã manda corrigir aquele que está em erro (e impõe um limite razoável para isto), o que não significa que devemos relativizar a doutrina cristã ou a força das palavras (“O seu sim seja sim e o seu não seja não” [Mateus 5,37]).

Que Deus o abençoe!

[]s,

Carlos Nabeto

* * *

8º Email [25.03.2008] Como você se sentiria se eu o tivesse chamado de “papagaio”????? Nilson Guimarães

Prezado Nilson,

Pax et Bonum!

Respondendo objetivamente a sua pergunta: certamente, se eu fosse chamado de “papagaio”, me sentiria muito melhor do que ser taxado de “idólatra”! E olha que não foi apenas uma vez em que você me taxou assim (e também meus companheiros de Apostolado), mas VÁRIAS, mediante seus inúmeros emails provocativos com citações e mais citações da “sua Bíblia completa”…

Agora, cá entre nós… A expressão [técnica] que empreguei na minha 1ª resposta foi “espírito de papagaio”, e não “papagaio”!

Você sabe, a propósito, o que é o “espírito de papagaio” a que faço referência? Vou explicar: trata-se do PÉSSIMO HÁBITO (=comportamento) que muitos protestantes têm de APENAS REPETIR aquilo que escutaram infundadamente de terceiros, sem estudar previamente os argumentos católicos em sentido contrário (assim, quem possui “espírito de papagaio” incorre no mesmo erro de argumentação de seus predecessores, os quais, por sua vez, já repetiam os erros de outros ainda mais antigos, podendo praticamente remontar até a época do próprio Martinho Lutero).

E foi isso exatamente o que você fez, mandando para nós (e insistindo nisso!!!) um monte de versículos que “condenam as imagens”, sem considerar aqueles outros que ORDENAM sua confecção, inclusive aqueles que provêm da ORDEM DIRETA de Deus (logo, tal proibição não é absoluta, mas relativa)! Ou ainda quando você ironicamente quis nos fazer ver que a “Bíblia completa” (=católica/ortodoxa) também possui versículos que condenam a idolatria (mas não a veneração!) que não constam numa Bíblia protestante comum (=incompleta [que também não condenam a veneração]), como se nós já não soubéssemos disso (tanto sabíamos dessa acusação imprópria que já tínhamos refutado BEM ANTES)! Ou também quando você, em sua interpretação particular da Bíblia, enxerga os santos no mesmo plano horizontal de Deus, igualando-os (levantando, assim, um “espantalho” contra a fé católica!).

Desta maneira, você encontra aqui mais uma PROVA de que JAMAIS atribuí ou quis atribuir qualquer jocosidade à sua pessoa, muito menos chamá-lo de “papagaio”, mesmo quando você incorreu no erro de repetir velhíssimos argumentos protestantes inúmeras vezes refutados pelo nosso Apostolado (eis aí o “espírito de papagaio”, o qual – repito – é um problema de comportamento [que normalmente pode ser corrigido] e não de pessoa!).

Espero, sinceramente, ter esclarecido a questão!

PS – Por gentileza, não deixe de ler os artigos que recomendei anteriormente! Recomendo ainda a leitura destes artigos “básicos”:

– A BÍBLIA CONDENA O USO DE IMAGENS? DEUS PERMITE A FABRICAÇÃO DE IMAGENS? – https://www.veritatis.com.br/article/4478

– LEITOR USA LIVRO DA SABEDORIA PARA PROVAR IDOLATRIA CATÓLICA – https://www.veritatis.com.br/article/2817

– MAIS DO MESMO: LEITOR CATÓLICO QUESTIONA SOBRE IMAGENS – https://www.veritatis.com.br/article/3573

– COMO EXPLICAR A EXISTÊNCIA DE TANTOS VERSÍCULOS CONDENANDO AS IMAGENS? – https://www.veritatis.com.br/article/4479

(recordando, por fim, que você pode encontrar ainda muitos outros artigos usando a ferramenta de busca no alto da página do Site).

[]s,

E peço novamente a Deus que o abençoe e auxilie em sua busca pela Verdade!

Carlos Nabeto

Facebook Comments

Livros recomendados

Nossa Senhora de FátimaA Ave-MariaA superstição do divórcio

About the author

Veritatis Splendor

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.