Protestantismo

Os protestantes e a Sola Scriptura

Se os Protestantes seguissem a Sola Scriptura seriam Católicos.

Os protestantes usam o princípio da Sola Scriptura para escolherem o que se devem ou não crer. Se a Sola Scritpura é a solução dos males, pq em vez de ter trazido a “pureza do Evangelho” trouxe foi a Babel?

Na verdade professam Sola “alguns versículos da” Scriptura e não a Sola Scriptura. Todo protestante há de concordar comigo que ou se é fiel a toda a Bíblia, ou caso contrário, não se é fiél à Bíblia.

A Sola Scriptura – seja histórica (conforme a Confissão de fé de Westminster), seja pentecostal ou neo-pentecostal – se professada “na letra” ou no “espírito” da Bíblia, obedecendo a Bíblia em sua totalidade, levaria todo cristão à fé Católica.

É a fé católica a fé dos primeiros Cristãos. Foi na fé Católica que os livro do NT foram escritos e os do AT foram esclarecidos.

Isto porque a Bíblia, que para eles é a única fonte de fé, ensina que não é ela a única fonte de fé.

– Deveriam saber que a Igreja foi edificada sobre a autoridade de Pedro:

E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” (Mt 16,18)

– Obedeceriam a Pedro, pois foi a ele dado todo poder para governar a Igreja do Senhor:

Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus” . (Mt 16,19)

– Deveriam saber que o Diabo quer dividir a Igreja, mas somente a Sé de Pedro é aquela que pode confirmar a fé de toda a Igreja, conforme a oração do Senhor:

Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como o trigo; mas eu roguei por ti, para que a tua confiança não desfaleça; e tu, por tua vez, confirma os teus irmãos.” (Lc 22,31-32)

– A Bíblia dá testemunho que o Magistério da Igreja tem autoridade como verdade de fé, tal é o caso dos Concílios:

Originou-se então grande discussão de Paulo e Barnabé com eles, e resolveu-se que estes dois, com alguns outros irmãos, fossem tratar desta questão com os apóstolos e os anciãos em Jerusalém.” (At 15,2)

Reuniram-se os apóstolos e os anciãos para tratar desta questão.” (At 15,6)

– A Bíblia ensina que a sé de Pedro possui o liderança desta autoridade:

Ao fim de uma grande discussão, Pedro levantou-se e lhes disse: Irmãos, vós sabeis que já há muito tempo Deus me escolheu dentre vós, para que da minha boca os pagãos ouvissem a palavra do Evangelho e cressem.” (At 15,7)

– A Bíblia ensina que a autoridade do Concílio é valida como legítima palavra de Deus:

E, quando [Paulo, Timóteo e Silas] iam passando pelas cidades, lhes entregavam, para serem observados, os decretos que haviam sido estabelecidos pelos apóstolos e anciãos em Jerusalém.” (At 16,4)

– A Bíblia ensina que toda doutrina dos apóstolos, seja oral ou escrita, deve ser conservada pelos seus sucessores:

E o que de mim, através de muitas testemunhas ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para ensinarem outros.” (2Tm 2,2)

Ó Timóteo, guarda o depósito [a tradição] que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência [gnose].” (1Tm 6,20)

– Deve ser conservada, porque toda doutrina dos apóstolos, seja oral ou escrita, é autoridade de fé, e por isso deve ser observada por todos os cristãos:

Assim, pois irmãos, permanceis firmes, e conservai as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa.” (2Ts 2,15)

– A Bíblia ensina que não adianta alguém achar que é guiado pelo Espírito Santo, se não obedece à Igreja de Cristo:

Se alguém se julga profeta ou agraciado com dons espirituais, reconheça que as coisas que vos escrevo [o que ensina a Igreja] são um mandamento do Senhor. Mas se alguém quiser ignorá-lo, que o ignore!” (1Cor 14,37-38). Ver também 1Tess 5,12-13; Tito 1,7; 2,15; Filemon 1,8

– A Bíblia ensina que toda pregação na Igreja, mesmo que venha de uma pessoa esperimentada em Deus, é vã se não está alinhada com a pregação universal da Igreja. Tal é o caso de São Paulo, que  foi a Jerusalém submeter seu Evangelho os outros Apóstolos, pois temia pregrar ou ter pregado em vão (cf. Gl 2,2).

– A Bíblia ensina que ninguém recebe o perdão de Deus, que este perdão não for dado pela Igreja:

Disse-lhes outra vez: A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, assim também eu vos envio a vós. Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo.
 Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos
.” (Jo 20,21-23)

– Não negariam a Bem-Aventurança de Santa Maria, Mãe do Senhor:

E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo.” (Lc 1,46-49)

– Não negariam estar ao pé da Cruz com Santa Maria, a quem nosso Senhor nos deu por Mãe:

Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena. Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa.” (Jo 19,25-27)

– Não negariam que Santa Maria é Rainha do Céu:

Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas. Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias de dar à luz. Depois apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão vermelho, com sete cabeças e dez chifres, e nas cabeças sete coroas. Varria com sua cauda uma terça parte das estrelas do céu, e as atirou à terra. Esse Dragão deteve-se diante da Mulher que estava para dar à luz, a fim de que, quando ela desse à luz, lhe devorasse o filho. Ela deu à luz um Filho, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro. Mas seu Filho foi arrebatado para junto de Deus e do seu trono.” (Ap 12,1-5)

– Não negariam que os Santos intercedem por nós:

E o Senhor disse-me: ainda que Moisés e Samuel se pusessem diante de mim, a minha alma não se inclinaria para este povo; tira-os da minha face e retirem-se” (Jer 15, 1). No tempo do profeta Jeremias Moisés e Samuel já estavam mortos.

– Não negariam que os Santos oram pela Justiça na terra:

Quando abriu o quinto selo, vi sob o altar as vidas dos que tinham sido imolados por causa da Palavra de Deus e do testemunho que dela tinham prestado. E eles clamaram em alta voz: ‘Até quando, ó Senhor santo e verdadeiro, tardarás a fazer justiça, vingando nosso sangue contra os habitantes da terra?‘ ” (Ap 6:9-10 ).

– Saberiam que os Santos oram por nós porque querem que nós também estejamos na presença do Senhor:

Outro Anjo veio postar-se junto ao altar, com um turíbulo de ouro. Deram-lhe uma grande quantidade de incenso para que o oferecesse com as orações de todos os santos, sobre o altar de outro que está diante do trono.” (Ap 8:3).

– Saberiam que os Santos nos assistem sempre:

Desse modo, cercados como estamos de uma tal nuvem de testemunhas, desvencilhemo-nos das cadeias do pecado. Corramos com perseverança ao combate proposto, com o olhar fixo no autor e consumador de nossa fé, Jesus“. (Hb 12,1)

– Não negariam participar da Santa Missa, que é o oferecimento do Sacrifício perfeito de Cristo para nossa salvação, onde devemos beber o seu sangue e comer o seu corpo:

Durante a refeição, Jesus tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai e comei, isto é meu corpo.  Tomou depois o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos,
 porque isto é meu sangue, o sangue da Nova Aliança, derramado por muitos homens em remissão dos pecados
.” (Mt 26,26-28)

Eu sou o pão da vida. Vossos pais, no deserto, comeram o maná e morreram.Este é o pão que desceu do céu, para que não morra todo aquele que dele comer. Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão, que eu hei de dar, é a minha carne para a salvação do mundo. A essas palavras, os judeus começaram a discutir, dizendo: Como pode este homem dar-nos de comer a sua carne? Então Jesus lhes disse: Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós mesmos. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeiramente uma comida e o meu sangue, verdadeiramente uma bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Assim como o Pai que me enviou vive, e eu vivo pelo Pai, assim também aquele que comer a minha carne viverá por mim. Este é o pão que desceu do céu. Não como o maná que vossos pais comeram e morreram. Quem come deste pão viverá eternamente. Tal foi o ensinamento de Jesus na sinagoga de Cafarnaum.” (Jo 6,48-59).

Sola Scriptura aponta para a Bíblia e a Bíblia aponta para a fé Católica, a fé de nossos pais, a fé dos primeiros Cristãos.

Assim, se os protestantes realmente professassem a Sola Scriptura, isto é, se seguissem realmente o que a Bíblia ensina, não professariam a Sola Scriptura e não seriam protestantes.

A doutrina da Sola Scritptura é só mais uma desculpa para apartar-se da fé recebida dos Apóstolos.

Mutilam a Bíblia no espírito e na letra e fecham os olhos para o Depósito da fé, que custou a vida de tantos mártires…

Realmente na Sagrada Escritura encontramos tudo que é necessário para a nossa salvação, pois ela nos ensina a obedecer a fé da Santa Igreja fundada sobre o ministério dos Apóstolos.

SOLA SCRIPTURA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Autor: Alessandro Lima *.
* O autor é arquiteto de software, professor, escritor, articulista e fundador do Apostolado Veritatis Splendor.

Autor: Alessandro Lima *.

* O autor é arquiteto de software, professor, escritor, articulista e fundador do Apostolado Veritatis Splendor.

Facebook Comments

Livros recomendados

O Livro do Gênesis – Cadernos de Estudo BíblicoA verdadeira história da InquisiçãoA Ave-Maria

About the author

Veritatis Splendor

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.