Ao revelar o seu Nome, Deus dá a conhecer as riquezas do seu mistério inefável: só Ele é, desde sempre e para sempre, Aquele que transcende o mundo e a história. Foi Ele quem fez o céu e a terra. Ele é o Deus fiel, sempre próximo do seu povo para o salvar. É o Santo por excelência, «rico de misericórdia» (Efésios 2,4), sempre pronto a perdoar. É o Ser espiritual, transcendente, omnipotente, eterno, pessoal, perfeito. É verdade e amor.

“Deus é o Ser infinitamente perfeito, que é a Santíssima Trindade” (São Turíbio de Mongrovejo).

Facebook Comments

Livros recomendados

A Selva – Sobre o SacerdócioA Paz na FamíliaA Mentalidade Anticapitalista – 2ª Edição