Porque o próprio Senhor Se definiu como o «Esposo» (Marcos 2,19), que amou a Igreja, unindo-a a Si por uma Aliança eterna. Ele entregou-se a Si mesmo por ela, para a purificar com o Seu sangue, «para a tornar santa» (Efésios 5,26) e fazer dela mãe fecunda de todos os filhos de Deus. Enquanto a palavra «corpo» evidencia a unidade da «cabeça» com os membros, o termo «esposa» sublinha a distinção dos dois na relação pessoal.

Facebook Comments

Livros recomendados

Orar com os SalmosEspiritismo e féA viagem de Bediai