Ainda que a Santíssima Trindade opere em comum em relação às suas criaturas, tradicionalmente se atribui ao:

– Pai, as obras da onipotência, porque Ele é o princípio das outras Duas Pessoas, a quem comunica Sua onipotência e demais perfeições.

– Filho, as obras da sabedoria de Deus, porque Ele é a sabedoria eterna do Pai.

– Espírito Santo, as obras da bondade de Deus e do Seu amor, pois o Espírito é o amor mútuo do Pai e do Filho.

Facebook Comments

Livros recomendados

Édipo MiméticoPolitização da Bíblia – As raízes do Método Histórico-Crítico e a secularização da Escritura (1300-1700)Desconstruindo Paulo Freire