Deus é infinitamente perfeito, de forma que Ele é, em resumo:

1. Puríssimo;
2. Espírito;
3. Eterno;
4. Imutável;
5. Onipresente;
6. Onisciente;
7. Onipotente;
8. Absolutamente independente.

Com efeito, se Lhe faltasse alguma das perfeições acima (ou qualquer outra que se Lhe possa com justiça atribuir), não seria absolutamente Soberano, nem mesmo seria Deus.

Facebook Comments

Livros recomendados

Meditações para a Páscoa e PentecostesA Lenda de João, o AssinaladoA psicologia da fé