Externamente, são três: a profecia; o milagre; e a retidão da doutrina (que gera bons frutos em quem a professa). São também chamados de “Sinais Objetivos”, por não dependerem de qualquer valoração humana.

Internamente, são dois: a satisfação pessoal e a paz interior. São os chamados “Sinais Subjetivos”, porque dependem da valoração íntima de cada pessoa.

Facebook Comments

Livros recomendados

Senhor, Tende PiedadeEnergia NuclearA Educação Superior e o Resgate Intelectual – O Relatório de Yale de 1828