Jesus reconhece a santidade do Sábado e, com a sua autoridade divina, dá-lhe a sua interpretação autêntica: «O Sábado foi feito para o homem e não o homem para o Sábado» (Marcos 2,27).

Facebook Comments

Livros recomendados

Dispersão & Outros Poemas (18)A viagem de BediaiTibieza e os dons do Espírito Santo