É o anúncio de Jesus Cristo, «o Filho do Deus vivo» (Mateus 16,16), morto e ressuscitado. No tempo do rei Herodes e do imperador César Augusto, Deus cumpriu as promessas feitas a Abraão e à sua descendência enviando «o Seu Filho, nascido de uma mulher e sujeito à Lei, para resgatar os que estavam sujeitos à Lei, e nos tornar Seus filhos adotivos» (Gálatas 4,4-5).

Facebook Comments

Livros recomendados

Poesia Reunida: 1985-1999Onde está o meu Deus?A Hora das Hidrovias