A dignidade da pessoa humana radica na criação à imagem e semelhança de Deus. Dotada de uma alma espiritual e imortal, de inteligência e de vontade livre, a pessoa humana está ordenada para Deus e chamada, com a sua alma e o seu corpo, à bem-aventurança eterna.

Facebook Comments

Livros recomendados

Os axiomas de Zurique – Os conselhos dos banqueiros suíços para orientar seus investimentosSabedoria e Inocência – Vida de G. K. ChestertonEnergia Nuclear