Papado

Qual é a verdadeira Igreja?

Uma Igreja verdadeira deve ter quatro qualidades que a diferencie das não verdadeiras; deve ser: Una, Santa, Católica, e Apostólica.

– Una: Deve ser nos pontos essenciais da fé, culto e em sua constituição hierárquica.

– Santa: Tem que ser em sua doutrina, em seu culto, e em muitos de seus membros.

– Católica: Tem que ser universal, como diz a palavra, devendo existir em todas as épocas, e estar difundida pelo mundo inteiro.

– Apostólica: Deve ter origem nos Apóstolos

Perguntamos: Que Igreja preenche esses requisitos?

Vejamos, por exemplo, as Igrejas Protestantes.

Não forma uma Igreja Una porque está dividida em várias denominações (Há mais de 30 mil denominações e cada dia estão surgindo outras) ademais, não tem unidade de doutrina, nem de culto, nem de governo.

Não é Santa, nem quanto a seus fundadores, nem no tocante a suas doutrinas, nem no referente a suas obras. Lutero foi um homem libidinoso, cheio de orgulho e pretensão.

Não é Católica, isto é universal, pois, como uma só confissão, não existe desde o princípio, nem está disseminada pelo mundo inteiro. Suas Igrejas são locais, regionais ou nacionais, não existindo uma Igreja Universal.

Por fim, não é Apostólica, pois nasceu em 1517, fundada por um Apóstata. Densenvolveu-se mediante adulterações da doutrina dos Apóstolos, um milênio e meio depois da era Apostólica.

Facebook Comments

Livros recomendados

Imitação de CristoO Homem EternoSócrates Encontra Marx

About the author

Veritatis Splendor

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.