Salve, Rainha,
mãe de misericórdia,
vida, doçura, esperança nossa, salve!
A Vós bradamos, os degredados filhos de Eva.
A Vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois, advogada nossa,
esses Vossos olhos misericordiosos a nós volvei.
E, depois deste desterro,
nos mostrai Jesus, bendito fruto do Vosso ventre.
Ó clemente, ó piedosa, ó doce Virgem Maria.
Rogai por nós, Santa Mãe de Deus,
para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Facebook Comments

Livros recomendados

Espiritismo e féA Minha IgrejaO Canto do Violino – E Outros Ensaios Inéditos