Uma vez que o Espírito Santo é o Mestre interior da oração cristã e «nós não sabemos o que devemos pedir» (Romanos 8,26), a Igreja exorta-nos a invocá-lo e a implorá-lo em todas as ocasiões: “Vinde, Espírito Santo!”.

Facebook Comments

Livros recomendados

A senhoriaAs crônicas de NárniaO trabalho intelectual e a vontade – continuação de “A educação da vontade”