Os ministros católicos administram licitamente a sagrada comunhão aos membros das Igrejas orientais que não têm plena comunhão com a Igreja católica, sempre que estes espontaneamente a peçam e com as devidas disposições.

No que se refere aos membros de outras Comunidades eclesiais, os ministros católicos administram licitamente a sagrada comunhão aos fiéis, que, por motivos graves, a peçam espontaneamente, tenham as devidas disposições e manifestem a fé católica acerca do Sacramento.

Facebook Comments

Livros recomendados

Antônio Torres – Uma AntologiaO capital: Livro 1 – O processo de produção do capital (Vol. 2)Poesia Reunida: 1985-1999