Permanece em paz, ó Altar de Deus.
A oblação que de ti recebi me sirva para remissão das ofensas e perdão dos pecados,
e me obtenha a graça de comparecer diante do tribunal de Cristo sem condenação e sem confusão.
Não sei se me será concedido voltar e oferecer sobre ti um outro Sacrifício.
Protegei-me, Senhor,
e conservai a Vossa Igreja, como caminho de verdade e salvação.
Amém.

Facebook Comments

Livros recomendados

Religião sob suspeita, ACientistas de BatinaNão Trago Ouro Nem Prata