Não. Ainda que o Pai e o Espírito Santo possuam a mesma natureza divina do Filho, somente o Filho de Deus de fato encarnou, padeceu, morreu, ressuscitou e ascendeu aos céus, isto porque a natureza humana apenas se uniu à Pessoa do Filho e não à do Pai ou à do Espírito Santo. Com efeito, tão somente o Filho de Deus se fez homem; não o Pai e nem o Espírito Santo (cf. Santo Agostinho de Hipona, Carta 218 à Nébrido).

Facebook Comments

Livros recomendados

Carta Aberta Aos Católicos PerplexosOtimismoRecordações sobre Mons. Escrivá